PUBLICIDADE
Topo

Julio Gomes

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Richarlison, herói do Everton, é o atacante mais confiável da seleção

Richarlison marca em vitória do Everton sobre o Crytal Palace pelo Inglês - Everton FC/Everton FC via Getty Images
Richarlison marca em vitória do Everton sobre o Crytal Palace pelo Inglês Imagem: Everton FC/Everton FC via Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

19/05/2022 18h58

Eu tenho enorme dificuldade para elencar os atacantes que vêm sendo convocados por Tite para a seleção brasileira. Neymar é um caso à parte, óbvio. E Vinícius Jr demonstra, no universo de clubes, estar acima dos outros pontas. Mas, quanto o tema é atacante que eventualmente precisa estar lá para meter gols, a coisa está equilibrada e subjetiva.

Gabigol, Firmino, Matheus Cunha, Gabriel Jesus, Gabriel Martinelli, Rodrygo, Hulk... Podemos incluir os "beiradas" aí: Raphinha, Antony. Não parecem todos do mesmo nível para vocês? Para mim, sim. Todos bons. Todos podem ser excelentes em algum momento. Mas o que garante que o momento de quatro, cinco jogos excelentes será justamente o da Copa do Mundo? Todos podem "sumir" também, está é uma possibilidade.

Richarlison se encaixa neste grupo. Mas é meu preferido para ser titular na Copa do Mundo. Por que chuta melhor? Por que cabeceia melhor? Por que encaixa melhor? Nada disso. Mas porque me parece o mais confiável. Ele não vai sumir na hora H. E tem um nível de entrega acima da média. É, essencialmente, um baita de um raçudo.

Nesta quinta, voltou a fazer gol para o Everton. Uma virada épica, de 0-2 para 3-2 contra o Crystal Palace, salvou o clube tradicionalíssimo clube azul de Liverpool do rebaixamento na Premier. Nesta reta final, em que o Everton alternou vitórias sobre Chelsea e Leicester com derrotas trágicas, Richarlison chamou a responsabilidade e participou de um alto percentual de gols do time. Entre bolas na rede e assistências, participou de 8 de 13 gols nos últimos 10 jogos, quando o clube ganhou 4 e perdeu 4 (antes disso, eram 7 vitórias e 16 derrotas.

Sempre sob enorme pressão, sempre com a faca no pescoço. Ele cresceu, o time cresceu e se salvou do que parecia certo: cair.

Na seleção brasileira, Richarlison sempre respondeu. Seja na principal ou na olímpica - bateu o pé e foi a Tóquio, o que comprometeu, diga-se, a temporada 21/22 dele no clube.

Tite é um cara leal, tenho certeza que convocará Richarlison para a Copa. Mas meu ponto não é só convocação. É jogar. É um desses caras que cresce, sangue nos olhos, entrega o que dele se espera. É craque? Acho que não. Mas entre um craque incerto e um bom atacante de garantias nessas horas, sou mais a segunda opção (e a primeira, convenhamos, nem existe).