PUBLICIDADE
Topo

Julio Gomes

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Rui Faria é o mais novo técnico português a preterir o Flamengo

José Mourinho (dir.) e seu ex-auxiliar Rui Faria (esq.) durante jogo do Manchester United, em 2018 - Clive Brunskill/Getty Images
José Mourinho (dir.) e seu ex-auxiliar Rui Faria (esq.) durante jogo do Manchester United, em 2018 Imagem: Clive Brunskill/Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

21/12/2021 09h45

Rui Faria, ex-auxiliar de José Mourinho por 17 anos, é o novo técnico português a recusar o convite do Flamengo. Esta coluna havia noticiado o contato de um representante do clube, realizado no último sábado. Ontem (segunda), Faria declinou o convite. Ele prefere esperar uma oportunidade melhor em um clube europeu - os filhos do treinador vivem e estudam em Londres.

Segundo o jornal português "Record", Rui Faria já havia sido procurado pelo Flamengo no ano passado, após a saída de Domenec Torrent, antes da contratação de Rogério Ceni. Seria, portanto, a segunda recusa.

Paulo Fonseca, ex-Roma e Shakhtar, é outro técnico português que não quis dar sequência às conversas. Jorge Jesus, o preferido do Flamengo e da torcida, não está disposto a pedir demissão do Benfica - ele possivelmente ficará livre ao final da temporada, pois o clube também não deve renovar o contrato com o técnico.

Carlos Carvalhal, do Braga, que era um dos principais candidatos antes da efetiva contratação de Dome e segue no topo da lista dos dirigentes rubro-negros, já disse que só sai do clube do norte de Portugal se os portugueses quiserem.

Assim, a duas semanas da reapresentação dos atletas e com o mercado aquecido, as opções do Flamengo vão diminuindo. Paulo Sousa, técnico da Polônia, é um que parece interessado em assumir o clube brasileiro e a opção mais possível do momento. Vítor Pereira, outro nome especulado, foi demitido ontem do Fenerbahce, da Turquia, e ficou livre no mercado.