PUBLICIDADE
Topo

Julio Gomes

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Champions League: Bayern e City são favoritos e lideram Ranking de Forças

Gabriel Jesus (esq) e Sterling comemoram gol do City pelo Inglês - Gareth Copley / POOL / AFP
Gabriel Jesus (esq) e Sterling comemoram gol do City pelo Inglês Imagem: Gareth Copley / POOL / AFP
Conteúdo exclusivo para assinantes
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

15/02/2021 19h21

A Champions League volta nesta terça-feira, com as primeiras partidas de ida das oitavas de final. No ano passado, o mata-mata começou com estádios cheios, alguns jogos de volta já tiveram portões fechados e outros nem puderam ser realizados. Ficou tudo para a bolha de Lisboa, disputada em agosto em jogos únicos, com a consagração do Bayern de Munique na final.

O Bayern chega forte novamente, com um título mundial nas costas, mas sem a série incrível de vitórias que carregava no primeiro semestre de 2020. Hoje, o time mais quente da Europa é o Manchester City, com 16 vitórias seguidas nas três competições domésticas inglesas. São dois meses vencendo sem parar. Os dois chegam como os favoritos, mas a final será no longínquo 29 de maio.

Muita água vai rolar até a decisão de Istambul. Neste post, estabeleço o Ranking de Forças antes das partidas de ida das oitavas de final - o ranking vai mudar de fase a fase aqui no blog. Ele leva em conta o momento de cada equipe, a qualidade, o potencial, os desfalques e, claro, os duelos.

16- BORUSSIA MOENCHENGLADBACH

Terá o desprazer de enfrentar o Manchester City nas oitavas - jogo de ida só na outra quarta, 24/2. Até lá, é capaz que as 16 vitórias seguidas do City já tenham virado 18 (há confrontos contra Everton e Arsenal antes). O Gladbach passou de um grupo difícil na primeira fase, deixando a Inter de Milão para trás, mas jogou fora a chance de ser primeiro no grupo - foi punido no sorteio. Está apenas em sétimo na Bundesliga e não deve representar problemas ao time de Guardiola.

15- PORTO

O time de Sérgio Conceição chega às oitavas vindo de quatro empates seguidos pelo Português e Taça de Portugal. Quatro empates em um mês deixaram o Porto a dez pontos do líder, o Sporting. Não é um Porto forte, como vimos em outros tempos na Champions League. É verdade que a Juventus não inspira toda a confiança, mas ainda tem por lá um certo Cristiano Ronaldo. Com Ronaldo, fica difícil demais para os portistas.

14- BORUSSIA DORTMUND

O Dortmund demitiu Lucien Favre em dezembro e, com o interino Edin Terzic, venceu só um dos últimos seis jogos. Caiu para sexto na Bundesliga, já sem chances de título e até com participação na próxima Champions ameaçada. A fase é ruim, e o adversário nas oitavas, o Sevilla, vive momento oposto. Difícil imaginar o Borussia indo longe nesta Liga dos Campeões. Mas, ainda assim, fiquemos de olho em Haaland, que tem 23 gols em 23 jogos na temporada.

13- ATALANTA

A "Cinderela" da última Champions, quando ficou a minutos de eliminar o PSG e chegar às semifinais, a Atalanta mantém o estilo de jogo agressivo e ofensivo - está na final da Copa da Itália, tentando igualar uma glória de 58 anos atrás. Será um confronto muito interessante contra o Real Madrid, começando na quarta, 24/2. O time de Gasperini tem 49 gols e o segundo melhor ataque da Itália, mas cede muitas ocasiões aos adversários. Não seria espantoso ver a Atalanta avançar, mas chamar de favorita já é demais.

12- LAZIO

Um ano atrás, a Lazio engatou 11 vitórias seguidas e disputava o Scudetto pau a pau com a Juventus. Na volta do futebol em meio à pandemia, caiu demais. E, agora, retomou. Vinha de seis vitórias seguidas até perder neste fim de semana para a Inter, em um jogo em que dominou a líder em vários períodos do duelo. A Lazio está confiante, 'é um time perigoso. O problema é que o adversário das oitavas é um certo Bayern...

11- CHELSEA

Desde a saída de Lampard e a chegada de Tuchel, o Chelsea se acertou. São quatro vitórias seguidas na Premier e somente um gol sofrido em seis partidas com o novo técnico. Até Timo Werner voltou a marcar! É uma boa notícia, às vésperas das oitavas de final. O Chelsea só não está mais acima no ranking porque enfrenta um fortíssimo Atlético de Madrid nas oitavas - primeiro jogo em Madri, na outra terça, dia 23.

10- RB LEIPZIG

É preciso respeitar o semifinalista da última Champions. Base mantida, mesmo técnico - o ótimo Julien Naglesmann -, um time que sofre poucos gols e raramente perde. Atualmente vice-líder da Bundesliga, o Leipzig não poderia enfrentar o Liverpool em um momento melhor. Importante ressaltar que a partir de ida, nesta terça, será em Budapeste, já que as autoridades alemãs vetaram a entrada do Liverpool no país.

9- REAL MADRID

É o maior campeão da Europa e Zidane conhece os caminhos. Mas o Real Madrid não inspira muita confiança, não é verdade? Não seria a maior zebra de todos os tempos se o Real ficasse pelo caminho nas oitavas, diante da perigosa Atalanta. Afinal, o Real já foi eliminado pelo minúsculo Alcoyano na Copa do Rei e sofreu para passar da fase de grupos da Champions. Na montanha-russa madridista, o time parece estar subindo de novo. Mas já sabemos que haverá uma nova queda pela frente, só não sabemos quando.

8- SEVILLA

São nove vitórias seguidas entre Espanhol e Copa do Rei - inclusive uma por 2 a 0 sobre o Barcelona, na semana passada, deixando o Sevilla a um passo da final da Copa. O time de Lopetegui, atual campeão da Europa League, ganhou 16 de seus últimos 19 jogos. Além do mais, o confronto de oitavas é contra um Borussia Dortmund que vive mau momento. Credito amplo favoritismo ao Sevilla no confronto.

7- BARCELONA

O Barcelona tem melhorado ultimamente, mas tudo tudo tudo passa por um tal de Messi. A chance de passar pelo Paris Saint-Germain está posta, já que Neymar não joga e o Barça pode aproveitar para fazer um resultado importante na ida. Vimos nos últimos anos como não dá para confiar neste Barcelona em transição de gerações. Mas o talento existe. E Messi ainda está lá.

6- LIVERPOOL

O time de Klopp vive péssima temporada e poderia estar mais atrás no ranking, mas vamos dar crédito a quem ganhou a competição em 2019 e um ano atrás era aclamado o melhor time do mundo por unanimidade. Sem Van Dijk e com vários outros lesionados, o sistema defensivo desmontou e isso afetou o time inteiro. Sem chances nas competições inglesas, sobrou "só" a Champions. Como diria Rudy Tomjanovich, "nunca subestime o coração de um campeão".

5- JUVENTUS

A Juventus está perto do topo porque tem um confronto relativamente fácil nas oitavas, contra o Porto. É um time instável e que está ficando para trás na Série A italiana, mas tem força, tradição e a idade parece não chegar para Cristiano Ronaldo, que segue marcando gols dia sim, dia também. Levar a Juve a um título europeu, 25 anos depois, é um desafio e tanto para CR7 - mas está longe de ser impossível.

4- PARIS SAINT-GERMAIN

A temporada não está fácil para o PSG e novamente o clube parisiense fica sem Neymar nas oitavas de final. A boa notícia é que o jogo de volta, contra o Barcelona, será daqui a quase um mês. Mauricio Pochettino é um técnico que já chegou à decisão da Champions e estava esperando uma chance como esta. Tem os dois jogadores mais caros do mundo nas mãos. O PSG não pode ser descartado.

3- ATLÉTICO DE MADRID

Líder do Espanhol com vantagem e um time que já mostrou ser capaz de tudo no mata-mata da Champions League. É até bom para o Atlético que o Chelsea chegue para o confronto em boa fase, assim um joga o favoritismo para o outro - quando tem a obrigação da vitória, Simeone se complica. O Atlético é muito forte em todos os setores e Luís Suárez está voando. Para mim, só está abaixo dos dois grandes favoritos.

2- BAYERN DE MUNIQUE

Sim! O campeão da Europa e do mundo aparece como a segunda força na minha lista. O Bayern não é o mesmo do ano passado, quando emendou dezenas de vitórias consecutivas. Chegou à bolha de Lisboa como a grande força e fez valer o favoritismo. Neste ano, o Bayern já sofreu alguns tropeços com os quais não estava acostumado. E, claro, tem o ônus de ser "o time a ser batido", todos já viram o Bayern de trás para frente e de frente para trás. Tem o melhor goleiro do mundo, o melhor atacante, o melhor meio-campista (Kimmich), é um time espetacular.

1- MANCHESTER CITY

Chegou a hora de Guardiola? O técnico catalão ganhou duas das três primeiras Ligas dos Campeões que disputou, mas, depois disso, nunca mais chegou à final (oito participações). O desempenho no mata-mata europeu contrasta com o que os times de Guardiola fazem nos campeonatos de pontos corridos. A Premier League 20/21 já está no papo e o City está vivo também nas Copas inglesas. Tem a quádrupla coroa a tiro. Mas o que mais importa é a Champions, e Guardiola sabe disso. A pressão está toda nele de novo, o time vem de 16 vitórias seguidas e é o mais quente do momento.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL