PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Julio Gomes


Duas horas de papo sobre a Lusa

Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

16/06/2020 10h44

Na semana que passou, fui convidado pelo pessoal do NetLusa para falar sobre... a Lusa!

Todos nós que amamos futebol temos um time do coração. O meu, todos sabem, é a Portuguesa. Não há problema em contar que se torce para a Portuguesa. Não deveria ter problema contar qual é o seu time do coração. Mas, infelizmente, nossa sociedade (e muitas outras) é incrivelmente imatura sobre o tema.

Como a maioria dos torcedores não conseguem falar ou sentir seu time de forma racional, mantendo certo distanciamento emocional, eles acham que ninguém mais é capaz de fazê-lo. É a história de medir os outros com a própria régua. É por isso que muitos colegas se preservam, eu entendo perfeitamente.

Até 1998, eu era somente torcedor de futebol. A partir de 98, minha relação com a Portuguesa mudou, eu já trabalhava com futebol. O período em que morei fora do país me distanciou da Lusa, assim como o escândalo de 2013, em que o clube não fez questão de trazer à luz o que tinha acontecido realmente, quais os movimentos internos geraram o "erro" da escalação de Heverton e o rebaixamento.

Ali, a instituição Portuguesa selou um destino que já estava sendo desenhado por décadas de administrações fraudulentas e calamitosas.

Hoje, resta falar do passado da Lusa, dos bons e maus momentos. E é disso que tratamos em duas horas de live com o jornalista Lucas Ventura. O vídeo está lá em cima, no topo da postagem. Falamos sobre Dener, Zé Roberto, os anos maravilhosos de 95 a 98, a Barcelusa de 2011 e muito mais. E com cerveja na mão! Espero que se divirtam.

Julio Gomes