PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Julio Gomes


Os 5 brasileiros mais importantes na história do futebol alemão

Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

12/04/2020 04h00

Quais foram os jogadores brasileiros que mais impactaram o futebol alemão? A partir deste domingo de Páscoa, o blog vai começar uma série que tratará disso. Não estamos falando dos melhores jogadores brasileiros da história, mas, sim, dos que mais sucesso fizeram nos principais centros europeus, os mais relevantes. Começamos pela Bundesliga!

Definir cinco nomes parece tarefa fácil, mas não é. Essencialmente pela sensação de injustiça ao deixar de fora alguns nomes. Como não colocar na lista Paulo Sérgio? Um tetracampeão do mundo, negro em um futebol que era quase totalmente branco, antes da globalização total iniciada nos anos 90. Paulo Sérgio brilhou no Bayer Leverkusen e no Bayern de Munique, onde foi campeão europeu, e foi muito maior do que o esperado. Se fosse um top 6, ele entraria. Mas...

Além de Paulo Sérgio, outros dois tetracampeões jogavam na Alemanha em 94. Dunga, que atuava no Stuttgart, e Jorginho, que já havia trocado o Bayer Leverkusen pelo Bayern de Munique. Jorginho foi um dos pioneiros, somente o quinto brasileiro a atuar na Bundesliga. Ele chegou em 89 ao frio de Leverkusen, deixando o Flamengo para trás e querendo fazer uma ponte - que nunca aconteceu - para a Itália - dois anos antes, Tita, do Vasco, havia feito o trajeto Rio-Leverkusen, abrindo a porteira.

Lúcio fez o mesmo caminho de Paulo Sérgio e Jorginho, trocando o Bayer pelo Bayern. Outros três zagueiros que marcaram época na Bundesliga foram Júlio César, vestindo a camisa do Dortmund, Bordon, que passou 11 anos na Alemanha entre Stuttgart e Schalke 04, e Naldo, um histórico do Werder Bremen. Entre atacantes, Amoroso e Ewerthon tiveram ótimos anos com a camisa do Borussia Dortmund.

Rafinha, hoje no Flamengo, é outro que merece ser lembrado pelos anos no Schalke 04 e no Bayern. Josué simplesmente levantou a única taça de campeão alemão do Wolfsburg. Mas não cabem todos. E é justamente por este título que começamos nosso top 5:

Grafite top5 Alemanha Blog do Julio Gomes - Taís Vilela/UOL - Taís Vilela/UOL
Imagem: Taís Vilela/UOL

5- GRAFITE

O título do Wolfsburg foi conquistado em 2009, a segunda temporada de Grafite na Bundesliga. E ele marcou 28 gols em 25 jogos, com direito a gol de placa em um 5 a 1 aplicado por seu time em cima do todo-poderoso Bayern de Munique. O seu companheiro de ataque era o bósnio Dzeko. Juntos, eles marcaram 54 gols na temporada, batendo um recorde que pertencia simplesmente à dupla histórica Gerd Muller/Uli Hoeness desde 72. Grafite, um cigano da bola, havia aparecido no Goiás e se destacado no São Paulo, antes de partir para a aventura europeia no Le Mans, da França. Mas foi em Wolfsburg que ele jogou por mais tempo na carreira e fez história na Bundesliga, tornando-se apenas o terceiro estrangeiro a ganhar o prêmio de "jogador do ano", em 2009. A bola de Grafite foi tão redonda naqueles anos que ele acabou premiado com uma convocação para a Copa do Mundo de 2010.

Aílton - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

4- AÍLTON

Se Grafite foi o terceiro, agora vamos falar daquele que foi simplesmente o primeiro estrangeiro a ganhar o prêmio de "jogador do ano" na Alemanha. Lembra dele? Aílton Gonçalvez da Silva, ou apenas Aílton, que marcou época com a camisa do Werder Bremen. O auge veio na temporada 2003/2004, quando ele fez 28 gols em 33 jogos e foi a peça fundamental para o Werder Bremen conquistar campeonato e Copa. Só quatro clubes conseguiram fazer a "dobradinha" na Alemanha, sendo o Bayern responsável pelo feito em 12 das 15 vezes que ele ocorreu. Ou seja, o feito do Werder em 2004 foi enorme. Ele parecia "gordinho", com um porte físico estranho, mas o fato é que Aílton fazia gol de tudo quanto é jeito e escreveu seu nome na história da Bundesliga.

Dedê - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

3- DEDÊ

O lateral Dedê chegou ao Borussia Dortmund em 98, proveniente do Atlético Mineiro, com somente 20 anos de idade - ele havia se destacado no Brasileirão-97, ganhando até Bola de Prata. Pois ficou 13 anos no clube amarelo, tornando-se um ídolo para a torcida e uma figura importantíssima na história do Borussia. Como tantos outros, ele teve a chance de dar o salto para o Bayern de Munique, mas preferiu ficar quando o clube de Dortmund vivia uma profunda crise financeira. Foi campeão em 2002, viveu a glória, a crise e, de novo a glória, em 2011. Jogou mais de 400 jogos oficiais com a camisa amarela e, em seu último ano, a torcida foi cantar parabéns no aniversário dele em uma praça da cidade.

Ze Roberto top5 Alemanha Blog do Julio Gomes - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

2- ZÉ ROBERTO

Depois de aparecer na Portuguesa, vice-campeã brasileira em 96, Zé Roberto jogou duas meias temporadas no Real Madrid e alguns meses no Flamengo. Mas a carreira internacional só decolou quando ele chegou a Leverkusen, após a Copa de 98. Foram quatro temporadas no Bayer e depois outras seis no Bayern de Munique (com uma pequena interrupção para defender o Santos após a Copa de 2006). Só faltou mesmo a Champions League para Zé Roberto - ele bateu na trave com o Leverkusen, perdendo a final de 2002 para os galácticos do Real Madrid. Em Munique, foram quatro títulos de Bundesliga e outras quatro Copas da Alemanha. Mais do que campeonatos, o que Zé Roberto ganhou na Alemanha foi respeito. Atuou em várias posições ao longo dos anos, nunca se envolveu em polêmicas e é o brasileiro com mais jogos na liga.

Elber top5 Alemanha Blog do Julio Gomes - Martin Rose/Bongarts/Getty Images - Martin Rose/Bongarts/Getty Images
Imagem: Martin Rose/Bongarts/Getty Images

1- ÉLBER

Campeão de tudo com o Bayern, incluindo a Champions League de 2001, Élber é hoje um dos embaixadores do clube bávaro - o que mostra o tamanho da identificação construída. Ele foi contratado com apenas 18 anos pelo Milan, o que era raríssimo na época, mas nunca jogou pelo clube italiano. Foi emprestado para o futebol suíço até desembarcar em Stuttgart, em 1994. Três anos depois, foi contratado pelo Bayern, uma camisa que defendeu por seis temporadas. Com uma média de praticamente um gol a cada dois jogos, Élber foi o primeiro brasileiro a ser efetivamente destaque no futebol alemão, em uma época de ressurgimento do Bayern no cenário europeu - é o terceiro estrangeiro com mais gols na Bundesliga.

E aí, curtiu a lista? Deixe aqui no blog a tua opinião!

Ao longo da semana, falaremos dos cinco brasileiros que fizeram história na Inglaterra, Espanha, Itália, França e Portugal. Aguardem.

Agradecimento especial ao amigo André Donke.

Julio Gomes