PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Julio Gomes


Real Madrid perde na Copa do Rei e ganha pressão extra nas outras frentes

Federico Valverde, do Real Madrid, lamenta gol feito por Alexander Isak, do Real Sociedad, pela Copa do Rei - SUSANA VERA/REUTERS
Federico Valverde, do Real Madrid, lamenta gol feito por Alexander Isak, do Real Sociedad, pela Copa do Rei Imagem: SUSANA VERA/REUTERS
Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

06/02/2020 17h24

Resumo da notícia

  • Zidane enche o time de reservas e acaba eliminado da Copa do Rei
  • Atacantes brasileiros vão bem, mas defensores contribuem com desastre
  • Semis da Copa do Rei estão recheadas de surpresas

Zidane decidiu colocar um time quase inteiro reserva nas quartas de final da Copa do Rei. Resultado? O Real Madrid viu quebrada sua invencibilidade de 21 partidas, levou 4 a 3 da Real Sociedad em um jogo eletrizante e está eliminado da competição.

Rodrygo entrou e fez um gol, Vinícius Jr fez ótima partida, Marcelo voltou a atuar - virou reserva de Mendy -, Militão teve minutos na zaga. Não dá para entender bem por que Zidane resolveu poupar tanta gente em um jogo de reta final de Copa do Rei. Da linha defensiva titular, só jogou Sergio Ramos. Os erros foram grandes e repetidos, o que facilitou a vida do time basco. Ninguém se salvou.

Estar fora do torneio coloca muita pressão no Real Madrid nas outras frentes.

Na Champions, o Real vai enfrentar o Manchester City logo nas oitavas de final - ou seja, chance concreta de eliminação. Pode sobrar "apenas" o Campeonato Espanhol, que o Real lidera, mas sem folga.

Atenção para os semifinalistas da Copa do Rei: Real Sociedad, oitava colocada do Espanhol, Granada, o décimo, e Mirandés, décimo-primeiro da segunda divisão.

A Real Sociedad tem dois títulos de Copa do Rei, o último em 1987. O Granada chegou a uma final (perdeu em 1959) e não aparecia nem nas semis desde então. E o Mirandés repete um feito que só havia conseguido uma vez. São os efeitos do torneio eliminatório com partida única.

A partir deste ano, a Copa do Rei passou a ter confrontos de eliminatória única (antes, só a final era assim). Quando times da mesma divisão se enfrentam, um sorteio define o mando de campo. O Real Madrid deu a sorte de jogar em casa a partida única, mas decepcionou. Somente as semifinais serão disputadas em ida e volta.

A Real Sociedad chegou a abrir 3 a 0 e fazer 4 a 1, o Real Madrid, que não desiste nunca de nada, fez dois gols no fim, pressionou muito nos longos acréscimos, mas não conseguiu empatar.

De positivo mesmo, só o jogo de Vinícius Jr, que vai reencontrando certa conexão com a torcida.

Julio Gomes