PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Julio Gomes


Luan estreia com o pé direito no Corinthians

Julio Gomes

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

15/01/2020 21h52

Resumo da notícia

  • Corinthians vence na Florida Cup
  • Luan mete 2 gols e começa com confiança lá no alto

Eu sei, eu sei. A Flórida Cup não vale nada, é um jogo de pré-temporada, os caras acabam de voltar de férias. Mas confiança é um troço muito sério em futebol. E confiança se ganha, não se compra nem se acha ali na bandeirinha de escanteio.

Sempre gostei da contratação de Luan pelo Corinthians. E a estreia não poderia ser melhor. Um tempo, dois gols, dois belos gols, um deles de falta, fazendo jus à camisa 7, que já foi de Marcelinho Carioca. A confiança começa lá no alto.

Luan, eu sempre disse, digo e direi, é um jogador talhado para futebol brasileiro mesmo. Não tem espaço para ele na Europa, porque o jogo é jogado de outra forma, mais intensa, e ele meio que não tem posição. Não é ponta, não é meia que marca e chega, não é camisa 9.

É um rapaz de muito talento, mas precisa de um time que jogue bastante em função de suas qualidades. Foi o que o Grêmio fez em 2017, mas por alguma razão deixou de fazer. Possivelmente, Renato identificou falta de foco e, consequentemente, produtividade.

Quando voltou a frequentar jogos do Grêmio, na reta final do Brasileirão, Luan voltou a dar bons sinais. E é por isso, somado ao que fez em 2017, somado à motivação de jogar no time do coração, que eu acredito que essa possa ser uma contratação realmente importante na temporada.

A amostragem é pequena e veremos como Tiago Nunes vai conseguir equacionar a eventual falta de intensidade nas transições e a eventual falta de foco em algum momento da temporada.

Mas o início é fantástico. Porque, apesar de ser um jogo contra um time sub-19 de um clube fraco da MLS, é um jogo de um "torneio", televisionado, que todos estão vendo. Não é aquele jogo-treino com colete no CT.

O cara ganha confiança. O time, o técnico e a torcida também.

Julio Gomes