PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Disney já começa a sentir o golpe com perda de talentos para Globo

Natália Lara, nova narradora da Globo: deixou a ESPN/Fox Sports menos de dois meses - Divulgação/DAZN
Natália Lara, nova narradora da Globo: deixou a ESPN/Fox Sports menos de dois meses Imagem: Divulgação/DAZN
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

Colunista do UOL

05/05/2021 04h00

A contratação da narradora Natália Lara, anunciada na tarde desta terça-feira (4) pelo Grupo Globo, incomodou os executivos da Disney pela repetição de uma situação na qual o grupo brasileiro tem levado vantagem. Natália é mais uma que deixa os canais esportivos ESPN e Fox Sports em direção à emissora carioca, em um movimento comum nos últimos dois anos.

A coluna apurou que a decisão do profissional sair é sempre pessoal. A Disney não costuma fazer contraproposta a quem recebe sondagem ou proposta efetiva de outras empresas. Natália foi mais um desses casos. Até segunda-feira (3), ela atuava pela Disney - narrou West Bromwich x Wolverhampton pelo Campeonato Inglês no Fox Sports.

O que mais chamou a atenção na troca da narradora foi o pouco tempo que ela ficou na ESPN/Fox Sports: menos de dois meses. A jornalista, com passagens por DAZN e TV Cultura, havia sido anunciada como contratada em março. Neste meio tempo, narrou diversos eventos e se tornou a primeira mulher a narrar NBA na TV brasileira.

A Globo tem atraído talentos da Disney com facilidade, o que já está gerando incômodo no grupo americano. Nos últimos dois anos, Débora Gares, Karine Alves, Renata Silveira, Everaldo Marques, José Renato Ambrósio, Gabriela Moreira e Sávio Spínola fizeram essa troca. Nadine Basttos também, mas no fim de abril ela deixou a Globo e foi para o SBT.

Em contrapartida, apenas a apresentadora Gláucia Santiago saiu da Globo para ser apresentadora na ESPN. Algumas negociações existem para que novos profissionais percorram esse caminho, mas nada foi fechado ainda.

Um dos fatores que podem ajudar a explicar a vantagem da emissora carioca nesta concorrência por profissionais é o prestígio que o Esporte da Globo tem, com grande visibilidade em diversas mídias, além do generoso cardápio de eventos. Além disso, a representação feminina no Esporte da casa tem ganhado peso. Natália Lara chega para reforçar uma equipe de mulheres que já conta com Ana Thaís Matos, Renata Mendonça e Fernanda Colombo, contratada para ser a representante feminina na "Central do Apito".

Apesar da atual desvantagem na "disputa", contudo, a Disney está otimista em relação à situação. A fusão entre ESPN e Fox Sports fez o grupo ficar maior no Esporte. Hoje, a Disney vive um bom momento na audiência com lideranças obtidas por transmissões da Libertadores e em programas esportivos. O jogo entre Flamengo x Unión La Calera (CHI), por exemplo, marcou o maior índice da TV por assinatura no ano. A ESPN e o Fox Sports observaram crescimento de seus números em abril com a cobertura da competição.

Procurada para comentar a transferência de Natália Lara, a Disney não quis se pronunciar sobre o assunto.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL