PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Por que a Sul-Americana ficará fora das TVs aberta e paga até o fim de 2022

Luan disputa bola no jogo do Corinthians pela Sul-Americana: time é arma para subir assinantes da Conmebol TV - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Luan disputa bola no jogo do Corinthians pela Sul-Americana: time é arma para subir assinantes da Conmebol TV Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

Colunista do UOL

23/04/2021 04h00

O torcedor do Corinthians que acompanhou a estreia do clube na Copa Sul-Americana ontem (22) contra o River Plate (PAR) teve de pagar uma mensalidade para assistir a partida. A competição é exclusiva do pay-per-view Conmebol TV e um trunfo importante para alavancar as assinaturas do serviço.

Mas muita gente se perguntou por que não existe um acordo para que pelo menos alguns jogos da competição sejam exibidos em outros canais fora do serviço pague para ver. Isto acontece por causa do contrato firmado no ano passado, e que não permite outras janelas de exibição da competição além de uma assinatura normal de TV paga.

A Copa Sul-Americana é o principal evento do serviço e foi comprado pelas operadoras de TV por assinatura Claro e Sky, as duas maiores do Brasil. Ambas as operadoras fecharam parceria operacional com o Grupo Bandeirantes, que fica responsável pela narração, transmissão e produção dos canais.

As duas operadoras fizeram um novo contrato da Sul-Americana e não herdaram exatamente o acordo que era do DAZN, plataforma de streaming esportiva que desistiu dos direitos do evento no ano passado. Até então, o DAZN pagava US$ 35 milhões (R$ 190,5 milhões na cotação atual) para ter o segundo torneio de clubes mais importante do continente.

Ou seja, como os direitos são exclusivos do serviço e mais exatamente das operadoras, não existe possibilidade de ser negociado para outros parceiros, pelo menos por enquanto. A única alternativa seria a Claro e a Sky licenciarem alguma partida com um grupo de mídia, o que não faz parte dos planos no momento.

Com diversos jogos de times brasileiros entre abril e maio, incluindo Corinthians e Grêmio, a Conmebol TV espera ter um grande "boom" de assinantes nas próximas semanas. O canal também mostra alguns jogos da Libertadores que não são escolhidos por SBT e Fox Sports, que têm prioridade nas escolhas de TV.

O acordo atual da Claro e Sky com a Copa Sul-Americana vai até o fim de 2022. Assim como a Libertadores, a agência FC Diez Media fechará a negociação da competição para o próximo ciclo, de 2023 a 2026, entre o segundo semestre deste ano e o primeiro semestre de 2022.

Errata: o texto foi atualizado
A matéria dizia que Corinthians e Grêmio já foram campeões da Copa Sul-Americana, o que não é verdade. O erro foi corrigido.