PUBLICIDADE
Topo

Futebol pelo mundo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Sem festa de 30 anos, Neymar foca em retorno contra o Rennes dia 11

Neymar canta com Medina durante festa de aniversário em Paris, em 2020 - Reprodução
Neymar canta com Medina durante festa de aniversário em Paris, em 2020 Imagem: Reprodução
João Henrique Marques

Jornalista desde 2005, passou por Lance ! e Terra. É correspondente do UOL Esporte na Europa desde 2013, com base em Barcelona e depois Paris. Cobriu Copa do Mundo, Eurocopa e cinco finais de Liga dos Campeões.

Colunista do UOL

05/02/2022 04h00

É de maneira reservada que Neymar escolheu comemorar os 30 anos de idade, em Paris, na França. A celebração em casa será com familiares e jogadores do Paris Saint-Germain, em um ambiente diferente das superfestas que já promoveu na cidade em comemoração à data.

A escolha por um cenário sem agito se deve a um momento de concentração para retorno ao campo. Neymar voltará a jogar no dia 11 de fevereiro, contra o Rennes, pelo Campeonato Francês.

No dia 28 de novembro, Neymar sofreu uma lesão nos ligamentos do tornozelo esquerdo durante um jogo contra o Saint-Étienne, pelo Campeonato Francês. O tratamento já foi finalizado, mas a etapa de recondicionamento físico ainda está em fase final.

O objetivo do PSG é ter Neymar recuperado para as oitavas de finais da Liga dos Campeões, contra o Real Madrid, em 15 de fevereiro no Parque dos Príncipes. Por conta disso, diante do Rennes, ele deve iniciar a partida no banco de reservas e ter alguns minutos em campo.

O tratamento de Neymar teve quase um mês a mais do previsto inicialmente pelo PSG. Isso, pois o departamento médico do clube notou maior seriedade na lesão do que os primeiros exames apontavam.

O camisa 10 foca no retorno para o trecho de maior importância da temporada europeia com a intenção de ser protagonista no Paris Saint-Germain ao lado de Lionel Messi e Kylian Mbappé. O sucesso do time com Neymar em campo, certamente, o faria retornar ao patamar de protagonismo desejado.