PUBLICIDADE
Topo

Futebol pelo mundo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

PSG pressiona Real Madrid e quer mais de 200 milhões de euros por Mbappé

João Henrique Marques

Jornalista desde 2005, passou por Lance ! e Terra. É correspondente do UOL Esporte na Europa desde 2013, com base em Barcelona e depois Paris. Cobriu Copa do Mundo, Eurocopa e cinco finais de Liga dos Campeões.

Colunista do UOL

26/08/2021 04h00

A venda de Kylian Mbappé ao Real Madrid segue com baixa probabilidade. O Paris Saint-Germain quer mais de 200 milhões de euros na operação, uma quantia que parece impedir o negócio. A proposta realizada na terça-feira pelo clube espanhol para a compra do atacante foi de cerca de 160 milhões de euros.

Nem mesmo 200 milhões de euros são considerados suficientes para a cúpula do PSG. Nos bastidores, fala-se que 220 milhões de euros é um valor que passaria a interessar.

A matemática feita é de que o clube precisa reaver os 180 milhões pagos ao Monaco, em 2017, por sua contratação, e ainda ter um lucro de cerca de 40 milhões. Isso, pois o PSG tem no contrato de compra realizado com o Monaco de pagar 35 milhões de euros ao clube formador em caso de venda ou renovação de contrato do atacante.

Nesta quarta-feira (25), o diretor do PSG, Leonardo, deixou claro que vender Mbappé ao Real Madrid é negócio ainda considerado distante pela cúpula do clube francês. Ele ainda alfinetou o clube espanhol, e também Mbappé.

"Se o jogador quer ir embora, não vamos segurá-lo. Ele pode sair, desde que seja nos nossos termos. Como está agora é inaceitável", disse Leonardo em entrevista ao jornal espanhol, Marca.

"O Real Madrid tem comportamento inaceitável, ilegal até, porque eles entraram em contato com o jogador antes de falar conosco. Eles queriam que recusássemos para mostrar para Kylian que tentaram de tudo e então negociar de verdade só ano que vem", completou o dirigente.

O dilema vivido pelo PSG é de que recusar qualquer proposta por Mbappé significa, provavelmente, perder o jogador de forma gratuita ao final de seu contrato em junho de 2022. Por isso, o empenho do clube francês ainda é por uma renovação contratual até, ao menos, 2025, tendo o camisa 7 a mesma validade contratual de Neymar.

A venda de Kylian Mbappé ao Real Madrid segue com baixa probabilidade. O Paris Saint-Germain quer mais de 200 milhões de euros na operação, em uma quantia que parece impedir o negócio.