PUBLICIDADE
Topo

Futebol pelo mundo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

De saída do Lyon, técnico acusa Juninho de privilegiar brasileiros

Juninho Pernambucano na entrevista coletiva de apresentação do técnico Rudi Garcia no Lyon - Romain Lafabregue/AFP
Juninho Pernambucano na entrevista coletiva de apresentação do técnico Rudi Garcia no Lyon Imagem: Romain Lafabregue/AFP
João Henrique Marques

Jornalista desde 2005, passou por Lance ! e Terra. É correspondente do UOL Esporte na Europa desde 2013, com base em Barcelona e depois Paris. Cobriu Copa do Mundo, Eurocopa e cinco finais de Liga dos Campeões.

Colunista do UOL

25/05/2021 15h10

O treinador francês Rudi Garcia, que deixou o Lyon ao fim da temporada, atacou Juninho Pernambucano, diretor esportivo do clube. Em entrevista publicada hoje (25) pelo jornal esportivo francês "L'Équpe", o técnico fez várias críticas ao dirigente, incluindo supostas interferências táticas e privilégio aos jogadores brasileiros.

"Quando fui vê-lo na segunda parte da temporada, conversamos apenas sobre escalação, táticas, mas nenhum projeto de clube, recrutamento ou base. Tudo que deveria ser feito por um diretor. Ele ainda está muito no modo de jogador", declarou Rudi Garcia.

O treinador acusou Juninho de ficar descontente quando os brasileiros Thiago Mendes, Bruno Guimarães e Lucas Paquetá não participavam de um jogo.

"No início correu bem. As coisas começaram a azedar depois de duas ou três vitórias em novembro. Ele não veio mais me dar os parabéns. Quando os brasileiros não estavam jogando, ele não gostava", disse o treinador.

"Ele fazia as coisas pelas minhas costas, falava com os jogadores pelas minhas costas, permitiu que alguns criticassem o treinador, como Jean Lucas. Faltou objetividade. Sobre (o meio-campista francês) Aouar, ele o suspendeu quando eu propus uma sanção financeira, não esportiva", completou.

A coluna entrou em contato com Juninho para oferecer direito de resposta, mas o brasileiro não se pronunciou. Se o fizer, o texto será atualizado com sua posição.

Rudy Garcia deixou o Lyon no fim da temporada, depois de não conseguir levar o time para a próxima edição da Liga dos Campeões. A equipe terminou na quarta colocação do Campeonato Francês, atrás de Lille, PSG e Monaco.