PUBLICIDADE
Topo

Futebol pelo mundo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Novo ciclo de Neymar no PSG tem início com tentativa de evitar pesadelo

Neymar anuncia renovação com o PSG até 2025 - Divulgação/PSG
Neymar anuncia renovação com o PSG até 2025 Imagem: Divulgação/PSG
João Henrique Marques

Jornalista desde 2005, passou por Lance ! e Terra. É correspondente do UOL Esporte na Europa desde 2013, com base em Barcelona e depois Paris. Cobriu Copa do Mundo, Eurocopa e cinco finais de Liga dos Campeões.

Colunista do UOL

09/05/2021 04h00

A renovação de Neymar até 2025 com o Paris Saint-Germain trouxe um cenário de calma ao clube em um momento crucial da temporada. Neste domingo, diante do Rennes, às 16h de Brasília, com transmissão ao vivo do UOL, o novo ciclo do brasileiro no clube começa sem Kylian Mbappé —ainda em recuperação de lesão na panturrilha— em campo, mas com a tentativa de livrar o time de uma zebra histórica no Campeonato Francês.

Para ser campeão nacional, o PSG não depende de seus resultados. No entanto, vencer o Rennes é encarado internamente como obrigação para voltar a ficar somente um ponto atrás do líder Lille, restando duas rodadas para o encerramento da competição.

É um pesadelo para o torcedor parisiense o fato de ficar sem um título tão provável diante da realidade do futebol francês de disparidade econômica do PSG com relação aos adversários, especialmente agora que a Liga dos Campeões já não é mais uma possibilidade.

Neymar é quase que uma atração única no confronto. O PSG não conta com Mbappé e Verrati e o Rennes tem o desfalque dos seus selecionáveis, os meio-campistas franceses N'Zonzi e Camavinga. A missão do brasileiro é a de dar esperança ao torcedor parisiense em um momento complicado de recente eliminação para o Manchester City na semifinal da Liga dos Campeões.

"Recuperar o lado psicológico do time é sempre um trabalho delicado. Mas temos uma sequência de jogos decisivos pela frente e é vital ganhar e pressionar o Lille para as rodadas finais", disse o treinador do PSG, o argentino Mauricio Pochettino, na véspera do confronto contra o Rennes.

A realidade vivida após o tropeço contra o Manchester City levou o PSG do sonho da Tríplice Coroa (Liga dos Campeões, Campeonato Francês e Copa da França) ao risco de ficar sem nenhum título. Na Copa da França, o time está na semifinal e encara o Montpellier fora de casa em jogo único na próxima quarta-feira.

No atual cenário de tensão no PSG, Neymar trouxe alívio aos torcedores com a certeza de que fará parte do clube até 2025. Nesse sentido, ganhar o Campeonato Francês pode ser visto até mesmo como objetivo secundário perto da missão da diretoria para manter o craque brasileiro e Mbappé sob contratos —o vínculo do atacante francês termina em julho de 2022.

Com a dupla, haveria a certeza de ser consistentemente um candidato ao título da Liga dos Campeões. Isso para não falar da possibilidade de Lionel Messi se juntar a eles.

"Estou muito feliz, muito feliz por prorrogar meu contrato com o Paris até 2025. Quando cheguei ao Paris Saint-Germain, foi para ajudar a levar o clube ao topo, entre os melhores, e estamos chegando perto. Estamos ganhando mais e mais experiência para nos ajudar neste tipo de jogo, saber como jogar a Champions. O PSG está no caminho certo, estamos chegando cada vez mais perto de saborear o título da Champions. Tenho certeza de que podemos", disse Neymar ao assinar contrato com o PSG.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL