PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2021/2022

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Em 13ª final de Champions, Henning cita momentos com Neymar como especiais

André Henning vai narrar mais uma final de Champions - Leo Martins/UOL
André Henning vai narrar mais uma final de Champions Imagem: Leo Martins/UOL

Bruno Andrade e Diego Garcia

Colunista do UOL, de Paris (FRA)

28/05/2022 04h07

Em sua 13ª narração de final de Liga dos Campeões da Europa, a 6ª direto do estádio onde acontece a decisão, o locutor André Henning, 46, define dois momentos com a participação de Neymar como os mais especiais entre os grandes jogos já narrados por ele.

O narrador da TNT e HBO Max citou a primeira decisão que narrou em Berlim, em 2016, quando o Barcelona fez 3 a 1 na Juventus, com gol de Neymar no fim, e a virada do time catalão contra o PSG pelas oitavas de final do ano seguinte, com goleada de 6 a 1 após perder a ida por 4 a 0.

"A primeira final que narrei do estádio, em Berlim, foi muito legal. A partir dali, seríamos os detentores de direitos da Champions e foi um momento de passagem, de a gente assumir a responsabilidade. A final foi maravilhosa, Neymar fez um gol no último lance do jogo, todo mundo torcendo por um gol dele. E aquele trio fantástico MSN. Foi especial e a realização de um sonho", afirmou.

Considerado a voz da Champions, e uma das referências na principal competição de clubes do futebol europeu, Henning relembrou o milagre do Barcelona como o jogo mais marcante entre todas as que já narrou, em entrevista ao UOL direto do Stade de France, em Paris, palco da decisão deste sábado entre Liverpool e Real Madrid.

"Vem automático o Barcelona 6 a 1 no PSG, que é um negócio muito improvável. Tiveram tantas viradas do Real Madrid e nessa Champions foram algumas. Gol de bicicleta do Cristiano Ronaldo. Ele fazendo três gols em várias partidas, fez algumas vezes que tive a chance de narrar, em grandes viradas do Real, mas o Barcelona 6 a 1 no PSG fica para história", definiu.

O narrador se disse realizado na carreira, mas que gostaria de ter narrado dois jogadores em especial na Champions League: Ronaldinho Gaúcho e Zinedine Zidane.

"Queria ter narrado um gol do Ronaldinho Gaúcho. Um jogo dele naquela época mágica dele. E nesse estádio ele conquistou o título de 2006 com o Arsenal. Sou muito fã do futebol do Ronaldinho. Do jeito que narro, teria casado muito bem. A minha narração com aquele Barcelona do Ronaldinho. Dos que não narrei, e tive a chance de narrar times maravilhosos, gostaria de ter narrado o Barcelona do Ronaldinho Gaúcho", disse Henning.

Sobre Zidane, o brasileiro definiu uma sensação única quando viu o francês pessoalmente, em uma coletiva de imprensa de 2016, quando o ex-meia assumiu o comando do Real Madrid.

"Me senti na presença de um ser especial. Quando ele entrou, pensei: 'esse cara é diferente'. O Sávio estava ao meu lado, jogou Champions com ele, foi campeão de Champions com ele e falei: 'Que que é isso, Sávio, o cara é um ser diferente'. E ele falou: 'É. É um ser diferente'. Então, gostaria mais de ter narrado o Zidane jogando Champions", disse André.

Personalidade bastante ativa nas redes sociais, com mais de 1,1 milhão de seguidores na soma de Instagram com Twitter, o narrador disse que é ali o espaço onde pode "ser um cidadão" por trás do jornalista e deu de ombros para o fato de ter sido bloqueado pelo presidente Jair Bolsonaro, a quem costuma não poupar críticas.

"Faz parte do momento que estamos vivendo. Surpresa nenhuma. Não interfere em nada na minha vida ser bloqueado por X ou Y, não é relevante para mim. Cada um tem o direito de bloquear ou seguir quem quiser. Eu também bloqueio pessoas, sigo outras, cada um é livre para fazer o que quiser mesmo que dentro da lei, respeitando as regras da sociedade. Paciência", afirmou.

O locutor também afirmou que espera "retribuir o convite" do amigo Cleber Machado, que o convidou para participar de um programa da Globo especial sobre Champions.

André Henning é um dos principais nomes do time da TNT e HBO Max presentes em Paris para trabalharem na decisão da Champions League. Diego Vieira, head de conteúdo esportivo da emissora, afirmou que são 27 nomes na capital francesa, entre produção, talentos e operações.

"Estamos com uma estrutura padrão de algumas finais, com equipes de Brasil e México e posições importantes, com estúdio de vidro, poucas TVs no mundo têm esse estúdio e é sempre uma briga, no bom sentido, com a Uefa. Temos posição no gramado, posição de entrevista exclusiva, quatro repórteres, muita gente", disse Vieira.

Um dos nomes presentes pela equipe da TNT é o do tetracampeão mundial Cafu, que estará no estádio ao lado do time de jornalistas e comentaristas. "Essa final foi ótima pra gente, para um grupo do Brasil é sempre diferente. Estamos de fora, mas recebemos algumas coisas, estrutura crescendo ano a ano e tenho certeza que vamos entregar conteúdo de qualidade", afirmou Diego Vieira.

A transmissão da decisão pela TNT e HBO começa por volta de 13h30 deste sábado, 2h30 antes de Liverpool x Real Madrid. A partida também poderá ser vista em TV aberta pelo SBT.