PUBLICIDADE
Topo

Diego Garcia

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Filho de Robinho consegue vaga nas categorias de base do Santos

Robinho na época em que jogava no Santos - Divulgação/Santos
Robinho na época em que jogava no Santos Imagem: Divulgação/Santos
Diego Garcia

Repórter desde 2010, passou por Folha de S. Paulo, ESPN, Terra e Placar. Ganhou dois prêmios Aceesp (2014 e 2016) e foi indicado aos prêmios Comunique-se (2019), República (2017, 2018 e 2021), Folha (2018 e 2019) e Fenacor (2020). Cobriu Copa do Mundo, Olimpíadas, Mundial de Clubes e outros grandes eventos. Contato: garciadiegosilva@gmail.com

com Lucas Musetti, de Santos (SP)

12/05/2022 04h00

Robson Júnior, filho do ex-atacante Robinho, está incorporado às categorias de base do Santos. Conhecido como Juninho, o jovem de 15 anos treinava no time do Portuários, um clube local da Baixada Santista antes de ser aceito no alvinegro.

Dentro da Vila Belmiro, Robson é avaliado como um jogador de bom potencial futuro. Ele passou por uma peneira, foi aprovado e realizou atividades com garotos da base santista. Em algumas delas, a reportagem apurou, houve presença de Robinho, que acompanhou o processo de entrada do garoto no clube e interagiu com observadores da comissão técnica. O ex-jogador segue com bom trânsito na Vila.

O jovem já havia recebido convites para avaliação quando Robinho atuava no futebol turco, mas não foram para frente. Ele atuava em escolinhas de futebol em Santos.

Robinho não atua como jogador desde 2020, quando defendeu o Basaksehir, da Turquia. Ao deixar a Europa, naquele ano, foi contratado pelo Santos, mas nunca entrou em campo, tendo o contrato suspenso depois de ser condenado a nove anos de prisão por um estupro cometido na Itália em 2013. Em janeiro deste ano, ele foi condenado na última instância italiana, e não há mais possibilidade de recurso. No Brasil, vive em liberdade, pois não existe acordo de extradição entre os países.

Na Baixada Santista, ele vem evitando aparecer em público. A Itália está à espera de que a Polícia Federal brasileira a notifique sobre a localização de Robinho para dar prosseguimento com os trâmites judiciais relacionados à condenação.