PUBLICIDADE
Topo

Diego Garcia

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Intimada pela Justiça, Globo paga parte de dívida do Corinthians

Diego Garcia

Repórter desde 2010, passou por Folha de S. Paulo, ESPN, Terra e Placar. Ganhou dois prêmios Aceesp (2014 e 2016) e foi indicado aos prêmios Comunique-se (2019), República (2017, 2018 e 2021), Folha (2018 e 2019) e Fenacor (2020). Cobriu Copa do Mundo, Olimpíadas, Mundial de Clubes e outros grandes eventos. Contato: garciadiegosilva@gmail.com

Com Thiago Braga, colaboração para o UOL

22/01/2022 04h00

O Corinthians conseguiu abater em mais de 50% a dívida que tem com o volante Jean. Isso porque a Globo atendeu à decisão da Justiça de São Paulo e pagou R$ 600,1 mil do débito do Alvinegro, que ultrapassa R$ 1 milhão.

A defesa de Jean quer que a penhora nos créditos que o Timão tem a receber da emissora chegue a 30% do valor a receber referente aos direitos de transmissão. A Justiça determinou que o bloqueio seria de 5%, mas após o pagamento feito pela Globo suspendeu, por enquanto, nova penhora até que seja julgado o recurso impetrado pelo advogado do jogador.

O volante Jean chegou ao Corinthians em 2016 após se destacar pelo Paraná Clube na Série B daquela temporada. No Alvinegro, entrou em campo em duas partidas, e somou apenas 10 minutos em campo. Sem espaço no CT Joaquim Grava, o meio-campista foi emprestado ao Vasco, Botafogo e Vitória e não conseguiu se firmar em nenhuma dessas equipes.

A dívida é referente à aquisição dos direitos econômicos de Jean pelo Corinthians em 24 de agosto de 2016. Em setembro de 2020 Corinthians e Jean firmaram um acordo em que o Timão se comprometeu a pagar ao jogador R$ 650 mil em seis parcelas iguais e sucessivas de R$ 108 mil, com vencimento da primeira em 30 de setembro de 2020, da segunda em 31 de outubro de 2020, da terceira em 30 de novembro de 2020, da quarta em 31 de dezembro de 2020, da quinta em 31 de janeiro de 2021 e da sexta em 28 de fevereiro de 2021.

Segundo a defesa de Jean, o Corinthians não pagou nenhuma das parcelas do acordo feito entre as partes no ano passado. Assim, com juros e correção monetária, em pouco menos de um ano, a dívida do clube com o jogador saltou de R$ 650 mil para R$ 827 mil quando Jean acionou o clube na Justiça.

A coluna procurou o Corinthians para comentar a situação. Caso o clube queira se manifestar, a nota será atualizada.

O contrato de Jean com o Corinthians era válido até o fim de dezembro de 2020, mas em setembro o clube e o atleta optaram por rescindi-lo para que Jean pudesse se transferir ao Marítimo, de Portugal. Em troca, o clube do Parque São Jorge manteve um percentual de 20% dos direitos do volante pensando em uma eventual venda na Europa.