PUBLICIDADE
Topo

Diego Garcia

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Sócia diz ter sido agredida por bêbados e cobra indenização do Corinthians

Confusão teria acontecido no Parque São Jorge - Divulgação
Confusão teria acontecido no Parque São Jorge Imagem: Divulgação
Diego Garcia

Repórter desde 2010, passou por Folha de S. Paulo, ESPN, Terra e Placar. Ganhou dois prêmios Aceesp (2014 e 2016) e foi indicado aos prêmios Comunique-se (2019), República (2017, 2018 e 2021), Folha (2018 e 2019) e Fenacor (2020). Cobriu Copa do Mundo, Olimpíadas, Mundial de Clubes e outros grandes eventos. Contato: garciadiegosilva@gmail.com

Com Thiago Braga, colaboração para o UOL

09/10/2021 04h00

Uma associada foi à Justiça contra o Corinthians cobrar uma indenização por alegar ter sido agredida por pessoas alcoolizadas enquanto utilizava as dependências do clube.

A mulher alega omissão da direção do Corinthians no caso e cobra indenização de R$ 22 mil, em processo que corre desde o começo de outubro na 1ª Vara do Juizado Especial do Tatuapé.

A sócia diz que estava com o marido e os filhos em uma das quadras de basquete do Parque São Jorge quando a bola que as crianças brincavam espirrou e atingiu três pessoas que bebiam cerveja.

Então, na versão dela, os três reclamaram, dando início a uma discussão. Um homem agrediu seu marido verbalmente e fisicamente com chutes e coronhadas.

Outros sócios foram chamar os seguranças do clube, que ignoraram a confusão e viram a mulher ser agredida e ter os cabelos puxados pelos agressores.

A sócia anexou ao processo trocas de e-mails de seu marido com a direção do clube, fotos de machucados e até fotos da confusão, tirada por terceiros que presenciaram o momento.

A Justiça já marcou uma audiência de conciliação para o dia 15 de fevereiro de 2022. O Corinthians afirmou que ainda não foi citado e por isso não irá comentar.