PUBLICIDADE
Topo

Diego Garcia

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Globo ignora Flu x Athletico, e Brasileirão terá primeiro apagão de 2021

Fluminense x Athletico-PR será no Maracanã - Reprodução Twitter Maracanã
Fluminense x Athletico-PR será no Maracanã Imagem: Reprodução Twitter Maracanã
Diego Garcia

Repórter desde 2010, passou por Folha de S. Paulo, ESPN, Terra e Placar. Ganhou dois prêmios Aceesp (2014 e 2016) e foi indicado aos prêmios Comunique-se (2019), República (2017, 2018 e 2021), Folha (2018 e 2019) e Fenacor (2020). Cobriu Copa do Mundo, Olimpíadas, Mundial de Clubes e outros grandes eventos. Contato: garciadiegosilva@gmail.com

Colunista do UOL

25/06/2021 04h00

Com Thiago Braga, colaboração para o UOL

A partida entre Fluminense e Athletico-PR, válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, vai ser a primeira vítima de "apagão" nesta edição da competição. Isso porque a Globo optou por não transmitir o jogo em TV aberta e nem pelo site, segundo apurou a coluna.

A Globo tem o direito de transmitir todos os jogos na TV aberta e pode transmitir três jogos da primeira divisão por rodada. Na oitava, as escolhas, por enquanto, são os clássicos regionais entre Corinthians e São Paulo, em São Paulo, além de Juventude x Grêmio, no Sul.

A emissora também vai passar Botafogo x Vitória, pela Série B do Campeonato Brasileiro, que começa 21h30 —o jogo do time tricolor carioca ainda é 1h antes, em horário que não é tradicional para o futebol em TV aberta. Mas a transmissão da partida pela segunda divisão não atrapalharia mostrar o duelo Flu x Athletico-PR.

Como o Athletico-PR tem contrato na TV fechada com a TNT Sports, e ainda é dono de seus próprios direitos no pay per view, a Globo só tinha como opção de transmissão a TV aberta. Ou no Globoesporte.com, pois também possui direitos de internet. Mas decidiu não fazê-lo.

Na legislação atual, só é permitida a transmissão dos jogos se a empresa possuir direitos dos dois times em campo.

A decisão vai fazer Fluminense e Athletico-PR deixarem de ganhar dinheiro, pois os contratos atuais fazem os clubes embolsarem mais por transmissão. O valor que iria para a dupla será distribuído entre os demais, como está previsto, integralmente.

Como a partida não terá público por causa da pandemia de covid-19, será assistida apenas por quem estiver no campo, como jogadores reservas, jornalistas, membros das comissões técnicas e dirigentes.

Procurado, o Fluminense disse que não iria se manifestar a respeito. O presidente do Athletico-PR, Mario Celso Petraglia, disse à reportagem que "a decisão é da Globo, precisa perguntar a ela por que não fará [a transmissão]".

No Brasileiro de 2020, houve apagão de jogos também. O Furacão não teve transmissão dos confrontos contra São Paulo, Fortaleza e, coincidentemente, contra o Fluminense.

A Globo informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que nas seis primeiras rodadas do Brasileirão, o Athletico-PR já teve duas partidas exibidas na TV aberta —contra o Grêmio e contra o Bahia. E confirmou que, para o dia 30, estão previstas as transmissões em TV aberta do clássico paulista entre Corinthians x São Paulo, além de Juventude x Grêmio, pela Série A, e Botafogo x Vitória, pela Série B.

No domingo anterior, no dia 27 de junho, e no posterior, dia 4 de julho, já estão previstos jogos do Fluminense na TV aberta, contra Corinthians e Flamengo, respectivamente. "Com um número limitado de jogos por rodada, a TV Globo busca um equilíbrio para contemplar torcedores de todos os grandes clubes do Brasil neste início das séries A e B", afirmou a Globo.