PUBLICIDADE
Topo

Diego Garcia

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Warnermedia negocia direitos do Campeonato Mineiro para HBO Max

Taça do Campeonato Mineiro 2021 antes de Atlético-MG x América-MG  - Fernando Moreno/AGIF
Taça do Campeonato Mineiro 2021 antes de Atlético-MG x América-MG Imagem: Fernando Moreno/AGIF
Diego Garcia

Repórter desde 2010, passou por Folha de S. Paulo, ESPN, Terra e Placar. Ganhou dois prêmios Aceesp (2014 e 2016) e foi indicado aos prêmios Comunique-se (2019), República (2017, 2018 e 2021), Folha (2018 e 2019) e Fenacor (2020). Cobriu Copa do Mundo, Olimpíadas, Mundial de Clubes e outros grandes eventos. Contato: garciadiegosilva@gmail.com

Colunista do UOL

14/06/2021 15h41

Com Henrique André, de Belo Horizonte (MG)

Os principais clubes mineiros já se movimentam nos bastidores para ouvir as melhores opções de transmissão para o campeonato estadual do ano que vem. E a Warnermedia, que já exibe o Campeonato Brasileiro por meio da TNT, começou a olhar para os torneios regionais e entrou na briga nos últimos dias.

Segundo apurou a coluna, na semana passada executivos do alto escalão da Warnermedia se reuniram com dirigentes da Federação Mineira, Atlético-MG, América-MG e Cruzeiro para discutir a compra de direitos do Campeonato Mineiro para o ano que vem.

As conversas ainda são embrionárias, mas podem evoluir depois desses encontros iniciais, que agradaram.

De acordo com o que verificou a reportagem, os times mineiros se animaram com possibilidade de negociar os direitos para a HBO Max. O futebol ao vivo virou uma das grandes apostas da plataforma para adquirir novos assinantes.

A Globo tinha os direitos do Mineiro até 2021, mas tem interesse na renovação pelos índices de audiência. Mesmo assim, tenta reduzir formatos e valores para o ano que vem. A emissora negocia diretamente com a Federação Mineira.

Em meio às negociações, os clubes gostam da ideia de vender as partidas a um formato de streaming e acreditam que pode ser um modelo viável à atual situação dos modelos de transmissão. Mesmo assim, pretendem buscar as melhores condições, não apenas financeiras.

Procurada, a Globo disse à coluna que "tem interesse no Campeonato Mineiro e está em negociação, sempre com base em um modelo sustentável e eficiente".