PUBLICIDADE
Topo

Diego Garcia

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Corinthians é condenado a pagar R$ 800 mil a empresário

Arena Corinthians, estádio do time alvinegro - Divulgação/Arena Corinthians
Arena Corinthians, estádio do time alvinegro Imagem: Divulgação/Arena Corinthians
Diego Garcia

Repórter desde 2010, passou por Folha de S. Paulo, ESPN, Terra e Placar. Ganhou dois prêmios Aceesp (2014 e 2016) e foi indicado aos prêmios Comunique-se (2019), República (2017, 2018 e 2021), Folha (2018 e 2019) e Fenacor (2020). Cobriu Copa do Mundo, Olimpíadas, Mundial de Clubes e outros grandes eventos. Contato: garciadiegosilva@gmail.com

Colunista do UOL

11/06/2021 04h00

O Corinthians foi condenado a pagar R$ 800 mil à empresa Brazilsport, do empresário Ivan Suarez y Martins, em valor que ainda vai aumentar com as correções monetárias e multa aplicados.

O processo foi aberto em março, em cobrança inicial de R$ 958,7 mil, com juros e correção monetária feitos pela empresa, e foi divulgado na ocasião pelo Blog do Perrone, no UOL.

A Justiça pediu a aplicação dos índices de correção, associados a juros moratórios de 1% ao mês, aplicados pela Tabela Prática do Tribunal de Justiça a partir da citação do Corinthians, de acordo com a lei.

À coluna, o clube disse que pretende recorrer da decisão. A sentença saiu no fim de maio, mas havia sido divulgada com outro valor, que acabou corrigido pela juíza Andrea de Abreu e Braga nesta quinta (9).

A empresa pede a quantia dizendo ser referente à imagem do meia Guilherme, que defendeu o Corinthians entre 2016 e 2017. O clube tinha um combinado de R$ 3,7 milhões pela imagem do atleta no período.

O Corinthians se defendia na ação dizendo que já pagou cerca de R$ 126,6 mil, fato que deixaria a dívida excessiva, e queria correção e multa à empresa pela cobrança a mais. Porém, a Justiça refutou.