PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lavieri: Daniel Alves deveria agradecer a Royal por ficar perto da Copa

Daniel Alves disputa lance em Equador x Brasil - Rodrigo Buendia/AFP
Daniel Alves disputa lance em Equador x Brasil Imagem: Rodrigo Buendia/AFP
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

27/01/2022 20h10

Já classificada para a Copa do Mundo, a seleção brasileira agora usa as partidas que ainda tem em 2022 para definir quem serão os convocados para a viagem ao Qatar. Hoje (27), Daniel Alves recebeu ajuda importante para disputar mais uma competição na sua carreira e nem foi por o que mostrou em campo contra o Equador. Na verdade, sua atuação pode até ser considerada abaixo da média no empate em 1 a 1.

A questão é que seu principal concorrente para ser reserva de Danilo na lateral direita é Emerson Royal, que conseguiu ser expulso por falta de inteligência em dois lances na partida das Eliminatórias, em Quito. O atleta do Tottenham certamente ficará marcado nas planilhas de Tite na hora da definição da lista final.

No primeiro lance, ele deixou o braço logo no primeiro minuto para receber um cartão amarelo incontestável. Depois, para ser expulso, ele tentou dar um chute para isolar a bola, mas estava olhando só para cima e acertou apenas o adversário. Ele mal esboçou reclamação.

Emerson Royal disputa a bola com Caicedo na partida entre Brasil e Equador pelas Eliminatórias da Copa - Rodrigo Buendia/Reuters - Rodrigo Buendia/Reuters
Emerson Royal levou o primeiro cartão praticamente no primeiro lance de jogo
Imagem: Rodrigo Buendia/Reuters

Ao ser expulso, Royal ainda forçou Tite a cancelar outro teste pelo qual tanto esperava: Philippe Coutinho como armador. Sem Neymar, o técnico resolveu colocar o meia do Aston Villa na posição para mostrar para todos que ele ainda merece uma chance. Para corrigir o time, o comandante foi forçado a tirar seu xodó.

Daniel Alves e Emerson Royal disputam o posto de ser reserva de Danilo em uma posição que tem poucas opções até aqui. Gabriel Menino, do Palmeiras, e Fagner, do Corinthians, são jogadores que estiveram no radar recentemente, mas não voltaram a ter chances. Além deles, Rafinha, Mariano e até Marcos Rocha já foram chamados por Tite, mas dificilmente voltam à concorrência.

Mesmo que não esteja no auge de sua forma, Daniel Alves tem pontos com Tite por conta de seu histórico vencedor e pelo respeito que sua figura tem no vestiário e até mesmo contra adversários. Agora no Barcelona, ele continuará sendo testado em alto nível durante a temporada. Aos 38 anos, porém, ele ainda não conseguiu ir muito bem em uma Copa e chegou até a perder a vaga durante a competição.

Por conta da expulsão, outras alternativas que seriam testadas perderam uma oportunidade. O teste com Vinicius Júnior, Raphinha e Matheus Cunha começou bem, mas logo após a expulsão o jogo desvirtuou e todos atletas precisaram fazer mudanças no seu jeito de jogar para ajudar na marcação.

A arbitragem de Wilmar Roldán também não colaborou em absolutamente nada. Muito confuso e travando demais a partida, o colombiano foi salvo pelo VAR em várias ocasiões e deu pouco tempo de acréscimo quando suas paralisações chegaram quase aos 20 minutos.

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter, no Instagram e no TikTok