PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Fifa alega erro de digitação e muda tempo para PCR em torcedores no Mundial

Torcida do Palmeiras toma as ruas nos arredores do Allianz Parque para acompanhar a final da Libertadores - EFE/Sebastiao Moreira
Torcida do Palmeiras toma as ruas nos arredores do Allianz Parque para acompanhar a final da Libertadores Imagem: EFE/Sebastiao Moreira
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

13/01/2022 10h24

A Fifa voltou a entrar em contato com os clubes envolvidos no Mundial de Clubes para fazer uma nova correção no protocolo de torcedores que vão aos Emirados Árabes Unidos. Segundo a entidade, houve um erro de digitação no comunicado enviado ontem (12).

Inicialmente, a entidade afirmava que o prazo para o teste de PCR para detectar covid seria de no máximo 12 horas antes de a bola rolar. No e-mail, a Fifa pede desculpas pela confusão e diz que o prazo certo é de 48 horas.

No mesmo comunicado, no entanto, eles mantêm a restrição que impede crianças de menos de 12 anos de entrarem nos estádios. "Pedimos perdão pelo erro de digitação e o transtorno que ele pode ter causado. Em relação à proibição a espectadores de menos de 12 anos, essa é uma nova exigência das autoridades locais e que não temos como mudar", explicou.

Assim, a Fifa diminui um pouco a correria para os torcedores que pretendem ir aos estádios, mas não diminui o problema de famílias que já estavam com ingressos, hospedagem e passagens comprados para crianças de até 12 anos.

O blog enviou um questionamento ontem (12) à Fifa para entender se há planos de devolução de dinheiro para aqueles que já tinham comprado ingressos e não poderão levar torcedores abaixo dessa idade. A entidade disse que estava ciente da pergunta e que em breve responderia, mas não retornou.

Inicialmente, no primeiro regulamento publicado em seu site, a Fifa disse que os torcedores deveriam apresentar um comprovante do teste PCR realizado em até 96 horas antes da partida e eximia menores de 12 dessa exigência. Além disso, crianças menores de dois anos que não precisassem de assento na arquibancada poderiam entrar sem ingresso

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter, no Instagram e no TikTok