PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Presidente do Fortaleza comemora vaga na Libertadores: "era uma utopia"

Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, comemora vaga na Libertadores - Leonardo Moreira/Site Fortaleza
Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, comemora vaga na Libertadores Imagem: Leonardo Moreira/Site Fortaleza
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

06/12/2021 12h47

A rodada de fim de semana garantiu o Fortaleza na fase de grupos da Libertadores e um feito inédito para a equipe. Em entrevista ao blog, Marcelo Paz, presidente do Leão do Pici, não escondeu a alegria e lembrou que esse objetivo poderia ser considerado utopia por muitos há poucos anos.

Essa foi também a primeira vez que uma equipe do Nordeste conquistou a vaga para a principal competição do continente por meio dos pontos corridos. A última vez que uma equipe da região havia disputado o torneio foi em 2009, com o Sport, que tinha sido campeão da Copa do Brasil do ano anterior.

"É um feito histórico e estou muito feliz por ter conseguido isso. Era algo inacreditável há anos. Era utopia pensar que chegaríamos em uma Libertadores. Entramos na competição com o objetivo de chegar na Sul-Americana e já estaríamos satisfeitos. Entenderíamos que seria muito bom se a gente tivesse ido só à Sul-Americana. Mas fizemos uma competição muito regular, ficamos entre os seis primeiros em todas as rodadas, ficando até em primeiro. Essa competição mostrou que a gente pode algo mais", afirmou Paz por telefone.

"É um orgulho. É um feito. E não é para 2021: é para a história. O Fortaleza poderia ter ido em 1969, porque foi vice do Brasileiro em 1968. Mas um conflito político nos tirou, nenhum time brasileiro disputou aquela competição. Agora, vamos disputar e é um motivo de orgulho, é um feito impensável", completou.

Garantido diretamente na fase de grupos, o Fortaleza superou uma sequência ruim de resultados, com direito a goleada para o Ceará em um clássico que agitou os bastidores da equipe. Após a eliminação na Copa do Brasil, a equipe ficou cinco jogos sem ganhar e sofreu uma queda na tabela. O dirigente lembra das conversas com os atletas.

"Em um campeonato como esse, é quase impossível você manter o alto desempenho por 38 rodadas. Tem jogadores contundidos, jogador suspenso, os adversários são fortes, podem estar em momento melhor... Nós tivemos um segundo turno inferior, mas como tivemos o primeiro turno muito bom, a gente conseguiu ficar em cima. Nós vencemos jogos importantes, como o contra o Palmeiras. Lembro de conversar com eles nos momentos difíceis e lembrar: não somos os últimos jogos, somos a pontuação que temos", explicou. "Você vem de derrotas, mas na verdade você é o quarto, quinto colocado do campeonato".

Marcelo Paz diz que "há uma probabilidade grande" de renovação com Juan Pablo Vojvoda, mas que só celebrará a permanência quando houver a assinatura de contrato e já faz projeções de reforços para a próxima temporada.

"A gente tem que ter equilíbrio, não podemos gastar tudo e não podemos gastar nada. Esse recurso a mais vai ser útil para a gente organizar o nosso ano financeiro, já que agora temos um caixa a mais para colocar ao longo do ano e manter as contas em dia, o que acho importantíssimo. Mas também pode ser usado para melhorar em nível de estrutura também, de deixar um legado, porque isso garante resultado no curto, médio e longo prazo" ponderou.

"A gente quer ter time qualificado para o ano, não só para a Libertadores. Vamos disputar o tetracampeonato estadual, tem a Copa do Nordeste e temos que ter a humildade de entrar na Série A pensando em fazer os 45 pontos. E aí tem sempre a questão da Copa do Brasil que nos garante um bom prêmio financeiro".

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter e no Instagram