PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Danilo Lavieri

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Paulistão debate novo sistema de classificação, mas mudança é rejeitada

Troféu do Campeonato Paulista de 2022 - Divulgação/Renato Pizzutto/Paulistão
Troféu do Campeonato Paulista de 2022 Imagem: Divulgação/Renato Pizzutto/Paulistão
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL*

09/11/2021 16h56

*Com a colaboração de Brunno Carvalho e Yago Rudá

Os clubes de São Paulo discutiram hoje (9), durante o Conselho Técnico, a possibilidade de mudar o formato do Paulistão de 2022. A ideia era de a classificação passar a ser geral e não por grupos. A proposta não avançou.

O novo sistema iria manter os 16 times separados em quatro chaves, mas os oito melhores no geral que avançariam ao mata-mata. O critério adotado atualmente e que foi mantido para o próximo ano coloca os dois primeiros de cada grupo nas quartas de final.

O debate existiu porque o sorteio proporciona o que às vezes é considerado uma injustiça. No último Paulista, por exemplo, o Novorizontino fez 19 pontos e não avançou pois ficou em terceiro da chave, enquanto Inter de Limeira, Mirassol e Guarani se classificaram com pontuações inferiores já que seus grupos foram menos concorridos.

O atual sistema proporciona essas distorções já que os times não enfrentam todos os adversários possíveis. Os que caem no mesmo grupo só podem se encontrar em uma eventual quartas de final.

Para tentar acabar com esse problema, a Federação Paulista de Futebol se propôs a fazer um grupo de estudo que encontrasse alternativas para mudar o sistema de classificação a partir de 2023, mas com as mesmas 16 datas.

Não há a possibilidade de diminuição de jogos no momento já que há contratos comerciais assinados até 2025 e que dependem desse calendário.

Veja como ficou a divisão dos grupos:

Grupo A: Corinthians, Inter de Limeira, Guarani e Água Santa
Grupo B: São Paulo, Ferroviária, Novorizontino e São Bernardo
Grupo C: Palmeiras, Mirassol, Ituano e Botafogo
Grupo D: Santos, Red Bull Bragantino, Ponte Preta e Santo André

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter e no Instagram