PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lavieri: Palmeiras precisa vencer para não viver crise a 40 dias da final

Abel Ferreira precisa voltar a ver sua equipe jogar como foi na Libertadores - Cesar Greco
Abel Ferreira precisa voltar a ver sua equipe jogar como foi na Libertadores Imagem: Cesar Greco
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

17/10/2021 04h00

O Palmeiras precisa urgentemente vencer a sua partida de hoje (17) contra o Internacional, no Allianz Parque, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time completa quase um mês sem vencer: é muito para quem tem o elenco que tem.

Claro que a final da Libertadores é algo a ser extremamente valorizado e precisa sempre estar no horizonte do time e da torcida, mas o desempenho recente no Brasileiro está além de só não ganhar as partidas. O problema é que o time apresenta um futebol de pouca inspiração e quase nenhuma concentração, com exceção para momentos na derrota do Red Bull Bragantino.

A parede da sede social pichada não merece elogios, mas é inegável que o gesto mostra que a paciência está no limite. E isso não vem só das organizadas. No jogo contra o Red Bull, vários pontos das arquibancadas registraram protestos contra atletas. Os que ficaram mais famosos foram os contra Luiz Adriano, que chegou até a retrucar algumas das provocações.

Maurício Galiotte deixou o longo silêncio para manifestar apoio a Abel Ferreira, mas o futebol brasileiro já deu mostras de que isso não é suficiente. É verdade que o dirigente tem bem poucos motivos para demitir um técnico a dois meses de sua saída, mas mais do que demitir ou não, o ambiente conturbado nunca ajuda um elenco.

Se continuar despencando dessa forma, o Palmeiras começará a ver ameaçada a sua vaga na Libertadores e isso seria um tremendo problema para o planejamento de 2022. É por isso que a vitória é essencial para que o time não se veja em crise a 40 dias de sua segunda final consecutiva do torneio continental.

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter e no Instagram

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL