PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lavieri: Contra o Fla, Palmeiras será mais cobrado após 15 dias de treino

Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, em treino na Academia de Futebol - Cesar Greco
Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, em treino na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

12/09/2021 04h00

Abel Ferreira teve no Palmeiras as duas semanas de treino tão sonhadas por qualquer técnico no futebol brasileiro. Não que o tempo seja o suficiente para corrigir todos os problemas, mas é o suficiente para que um time mostre evolução em meio ao calendário que tanto prejudicou o técnico português.

Como se não bastasse a expectativa pelo resultado de ficar sem jogar desde o dia 28 de agosto, o adversário deste domingo (12) é a grande pedra no sapato do torcedor e da equipe Alviverde.

O Flamengo com seus principais jogadores ainda não sabe o que é perder para o Palmeiras, que se notabilizou como um dos principais rivais do Rubro-Negro nos últimos anos dada a situação ruim dos outros times cariocas.

Sem poder treinar, Abel Ferreira reclamou muitas vezes da correria do calendário e da falta de compreensão na hora de analisar suas equipes por parte da torcida e também da imprensa. Agora, não poderá usar esse argumento e nem mesmo o eventual cansaço dos convocados, já que os flamenguistas tiveram mais desfalques.

O português já apresentou bastante repertório tático e conseguiu potencializar jogadores que não viviam a sua melhor fase. Agora, terá chance de mostrar que o tempo foi o suficiente para melhorar mecanismos diante de um dos mais poderosos times do país, que hoje tem um técnico que não tem sucesso recente diante de Abel.

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter e no Instagram

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL