PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Palmeiras, Fla e São Paulo preparam vendas de destaque por contas em dia

Principais times do país esperam vendas de destaques para compensar finanças - Photo by blende11.de/ullstein bild via Getty Image
Principais times do país esperam vendas de destaques para compensar finanças Imagem: Photo by blende11.de/ullstein bild via Getty Image
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

26/05/2021 13h09

Três dos principais candidatos ao protagonismo do Brasileirão têm uma questão em comum: querem vender ao menos um de seus destaques para manter as contas em dia. Flamengo, São Paulo e Palmeiras admitem publicamente que precisarão disso nos próximos meses para que os clubes não se afundem nas dívidas por conta das dificuldades vividas pela pandemia.

Entre eles, o que pode realizar esse planejamento é o time carioca. Já há negociação em andamento com o Olympique de Marselha para a compra de Gerson, com valores que chegam a mais de R$ 160 milhões. Isso significa alcançar com uma só venda quase 100% do objetivo traçado para a temporada no orçamento flamenguista, que previa venda de R$ 168 milhões.

Como não chegou à final da Libertadores e nem da Copa do Brasil, a equipe da Gávea pode ter de fazer ainda mais vendas para compensar o dinheiro que não entrou. A situação se complica um pouco mais porque o Flamengo colocou nos seus documentos oficiais a previsão de receber R$ 100 milhões em bilheteria, ignorando completamente a situação pandêmica que já vivia o país na época. Ou seja, apesar das incríveis cifras com a eventual saída do meio-campista, uma nova venda pode ser necessária.

O Palmeiras vive uma situação semelhante e se prepara para perder um de seus jovens destaques. Com mais de R$ 40 milhões vendidos em jogadores até aqui, o Alviverde tem a previsão de vender R$ 80 milhões e vê a sua situação se agravar um pouco por conta da desistência do Al-Duhail de comprar Dudu.

Não só pelos 6 milhões de euros que não entraram, mas também pelo salário milionário do atacante que volta a ser responsabilidade do time de Palestra Itália. Além dele, o atual dono da América ainda terá que pagar os vencimentos de Deyverson e Borja. Ao menos na previsão, o Palmeiras contava com pouco dinheiro entrando em bilheteria e ainda tem o alívio de ter levado títulos importantes no início deste ano. Apesar de serem consideras conquistas desportivas da temporada passada, a grana vinda de Libertadores e Copa do Brasil é contabilizada só este ano, assim como o dinheiro dos vices de Recopa, Supercopa e Paulistão.

A diretoria recebe diariamente ligações para entender a situação de nomes como Gabriel Menino, Patrick de Paula, Danilo, Renan e Gabriel Veron. Pelo menos um deles não deve terminar o ano com a camisa alviverde. E esse é até o objetivo da diretoria palmeirense, que aposta na revelação de uma nova safra para manter o ciclo de promessas da base efetivadas no profissional.

No Morumbi, a venda também vai ser necessária. A nova diretoria do São Paulo assumiu a gestão prometendo reduzir a folha salarial, o que ainda não conseguiu fazer por conta das chegadas de Miranda, Eder, Benítez e Orejuela, por exemplo. O objetivo é manter o time competitivo, conquistar títulos e, então, conseguir reduzir os custos para que a dívida que já chega na casa dos R$ 600 milhões não se agrave.

O título do Paulista ajuda um pouco, assim como os patrocínios pontuais feitos pela atual gestão, mas essas receitas ainda não são suficientes para colocar a casa em ordem. Só a dívida com Daniel Alves ultrapassa os R$ 10 milhões. Por conta disso, também será necessária uma venda.

Assim como no Palmeiras, a situação indica para a venda de um dos garotos, uma vez que eles são os que mais despertam interesse da Europa e podem ser mais rentáveis no curto prazo. Luan, que inclusive é agenciado pelo megaempresário Giuliano Bertolucci, é um dos atletas que podem mudar de casa este ano.

É importante destacar que as vendas podem não ser ideias no aspecto do nível técnico dos times, mas são fundamentais para que os clubes consigam melhorar a situação financeira para que o bom momento não seja apenas um lampejo e vire rotina na vida dos torcedores.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL Palmeiras, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e YouTube.