PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Notícia de pagamento de atrasados gera saia justa na diretoria do São Paulo

Luan assina contrato pelo São Paulo ao lado do presidente Julio Casares e do diretor de futebol Carlos Belmonte - Fellipe Lucena/São Paulo FC
Luan assina contrato pelo São Paulo ao lado do presidente Julio Casares e do diretor de futebol Carlos Belmonte Imagem: Fellipe Lucena/São Paulo FC
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

08/04/2021 16h34

*Colaboraram Bruno Andrade, Pedro Lopes e Thiago Fernandes, do UOL, em São Paulo e em Lisboa

A notícia de que o São Paulo estava quitando as pendências financeiras com o grupo pegou parte do elenco de surpresa e gerou uma conversa entre líderes do elenco e a diretoria de futebol nesta quinta-feira (8).

O incômodo começou após alguns dos atletas ficarem sabendo pela imprensa sobre um acerto que não havia sido feito com todos do elenco. Com essa situação, os mais experientes tomaram a frente das conversas e pediram explicações ao diretor de futebol, Carlos Belmonte.

Como mostrou mais cedo o colega André Hernan, no Sportv, nomes como Tiago Volpi, Pablo e até mesmo Miranda, que ainda nem fez a sua reestreia, se incomodaram com o vazamento da notícia antes de os salários serem realmente pagos a todos.

Em um papo amistoso, sem animosidades, eles cobraram transparência e ouviram que o acerto será gradual e depende da burocracia da emissão das notas fiscais. O montante pago será o correspondente ao de fevereiro e março. Ainda há atrasos referentes ao acordo coletivo feito pela gestão anterior e, no próximo dia 10, mais uma parcela terá o vencimento expirado.

Ainda na gestão do ex-presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o Tricolor conseguiu acertar, entre outros pontos, o parcelamento em 12 vezes de 50% dos direitos de imagem de julho a dezembro dos atletas. A promessa era que o pagamento começaria em março.

Belmonte já havia gerado certo desconforto em parte do elenco por conta de suas entrevistas falando sobre o problema financeiro sem ter falado com os próprios atletas de forma direta. Ele também recebe críticas por continuar a contratar atletas antes de acertar as pendências que tem com o seu grupo atual de jogadores.

Politicamente, Belmonte ainda é criticado por parte da atual diretoria por ser considerado "herança da gestão de Leco", uma vez que ele teve cargo de diretoria na gestão passada. Ele foi, no entanto, fundamental na campanha do presidente Julio Casares, uma vez que sempre foi figura constante no clube.