PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Caboclo responde Abel e diz que não falou com Infantino sobre calendário

Rogério Caboclo, presidente eleito da CBF - Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação
Rogério Caboclo, presidente eleito da CBF Imagem: Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

15/02/2021 17h25

Em resposta a Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, afirmou que não conversou em nenhum momento com o mandatário da Fifa, Gianni Infantino, sobre o calendário do futebol brasileiro ou mesmo sobre a equipe de Palestra Itália.

Em nota enviada ao blog, o cartola ainda afirmou que o Alviverde teve o calendário bastante corrido pelos compromissos assinados para disputar as competições que entrou nesta temporada.

Na coletiva de imprensa após a vitória em cima do Fortaleza ontem (14), Abel Ferreira usou uma de suas respostas na coletiva de imprensa para reclamar novamente do calendário e citou a suposta conversa entre Caboclo e Infantino.

"Por isso que digo que estes jogadores são guerreiros. É desumano este calendário. Já ouvi alguém dizer que o calendário estava feito para o Palmeiras não lutar pelo campeonato e, se calhar, em determinada altura, quando eu acreditava que era possível chegar o título, da forma que o calendário foi feito, isso era impossível. O Palmeiras, acho, é a equipe com mais jogos. Eu gostaria que o presidente da CBF pudesse revelar tudo aquilo que o presidente da FIFA lhe disse (no Mundial). Quem manda no futebol brasileiro tem que ter coragem. Há decisões que se têm que tomar, e perceber que é impossível preparar um Mundial com essa densidade. Gostaria que o presidente da CBF revelasse o que o presidente da Fifa lhe disse", afirmou o português sem dar mais detalhes.

Nesta segunda-feira, o blog procurou a CBF e o Palmeiras para ter mais informações sobre o episódio. Caboclo respondeu por meio de uma nota oficial enviada pela sua assessoria.

Confira a resposta oficial de Caboclo enviada ao blog:

O Presidente da CBF, Rogério Caboclo, afirma, em relação às declarações do treinador do Palmeiras, Abel Ferreira, que não teve com o Presidente da FIFA, Gianni Infantino, absolutamente nenhuma conversa concernente ao calendário do futebol brasileiro ou à Sociedade Esportiva Palmeiras durante sua estada no Catar, onde acompanhou o Mundial de Clubes. A CBF reforça ainda que, ao longo da temporada, o clube disputou somente as partidas com as quais se comprometeu contratualmente, sem a interferência da entidade, sendo essa a dimensão do calendário disputado com enorme êxito pela equipe.