PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

Lucas Lima consegue se prejudicar mesmo com Palmeiras em estado de graça

Lucas Lima tenta roubar bola de Ze Welison durante Palmeiras x Botafogo no Brasileirão 2020 - Marcello Zambrana/AGIF
Lucas Lima tenta roubar bola de Ze Welison durante Palmeiras x Botafogo no Brasileirão 2020 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

02/02/2021 17h56

O jogo de hoje contra o Botafogo vale pouquíssima coisa para o Palmeiras. Campeão da Libertadores no sábado, o time entrou no Allianz Parque com a cabeça no Mundial e com a maior parte da torcida mais preocupada com lesões e desgaste do que com o resultado. E mesmo assim Lucas Lima conseguiu arranhar a sua imagem diante do torcedor.

Veja também: Delegação do Palmeiras no Mundial não terá Leila Pereira; saiba quem vai

Um jogo como esse que não vale tanto para a classificação do Brasileirão é exatamente o espaço que um jogador pouco utilizado precisa para provar que merece mais oportunidades, especialmente com tantas coisas importantes por vir. Mas o meia não parece nada preocupado com isso.

Dentro de campo, ele mostra pouquíssima disposição na hora de armar, fica ainda mais parado na hora de combater, como aconteceu no gol do time carioca que começou em um erro de saída de bola dele mesmo.

A cobrança e a pressão só existem porque Lucas Lima já mostrou um talento que o colocou como um dos melhores meias do país, com capacidade para jogar na seleção brasileira. Esse histórico deu ao jogador o status do atleta com maior salário no grupo, que ainda tem um aumento fixo por ano e premiação por cada partida disputada.

E dentro de campo o custo-benefício é péssimo para o Alviverde. Depois de Abel Ferreira recuperar alguns atletas importantes como Gustavo Scarpa, Raphael Veiga e Zé Rafael, o obstáculo de recuperar Lucas Lima parece intransponível para o português. E na maior parte pela falta de vontade do próprio meio-campista.

A situação dele é diferente, por exemplo, da de Willian. O Bigode também tinha a chance de mostrar que merece mais oportunidades em campo, não foi tão bem e perdeu gol cara a cara com o goleiro adversário. Mas o erro é técnico, não existe falta de vontade. Todos passam por fases técnicas ruins, mas poucos mostram tanta pouca vontade quanto Lucas Lima.