PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

Time contra o Vasco deixa poucas dúvidas do Palmeiras titular para final

Marcos Rocha conversa com Abel Ferreira, durante treino do Palmeiras, na Academia - Cesar Greco
Marcos Rocha conversa com Abel Ferreira, durante treino do Palmeiras, na Academia Imagem: Cesar Greco
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

27/01/2021 04h00

A escalação do jogo dessa terça (26) contra o Vasco deixa poucas dúvidas de qual será o Palmeiras titular para enfrentar o Santos no próximo sábado (30), no Maracanã, pela final da Libertadores. Abel Ferreira poupou todos seus principais jogadores e agora resta saber qual será a formação da equipe: 4-4-2 ou 4-3-3?

Se optar por continuar com o esquema que usou contra Flamengo e Corinthians, com apenas dois atacantes, a grande dúvida fica por conta da entrada ou não de Patrick de Paula. Ele se recuperou de lesão, atuou contra o Ceará e foi poupado ontem e entrou só no segundo tempo. Seu principal concorrente é Danilo, que está com melhor ritmo de jogo.

Com isso, o provável Palmeiras teria: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matias Viña; Danilo (Patrick de Paula), Gabriel Menino, Zé Rafael e Raphael Veiga; Luiz Adriano e Willian.

Essa formação garante mais segurança para o meio-campo, com grande apoio para marcar as investidas pelos lados. Como Soteldo é um dos pontos fortes da Vila Belmiro, é provável que ele receba atenção especial da marcação. Se a marcação encaixar, Marinho teria menos liberdade para transitar na intermediária ofensiva.

Com a escalação acima, Rony, um dos candidatos a craque da Libertadores, concorre com Willian pela titularidade à frente. É provável, no entanto, que ele siga no banco de reservas por normalmente ser escalado para atuar mais pelas pontas quando o time está no 4-3-3.

Já se mudar para o 4-3-3, um dos meio-campistas, provavelmente Zé Rafael, perderia espaço para que Luiz Adriano seja a referência com dois atacantes abertos: Rony, Willian e Verón são os concorrentes pelas duas vagas que restam. É provável que Bigode fique no banco neste caso.

Com essa mudança, a escalação seria a seguinte: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matias Viña; Danilo, Gabriel Menino e Raphael Veiga; Rony, Verón (Willian) e Luiz Adriano.

Gustavo Scarpa perdeu espaço após ter ido muito mal nos últimos jogos, especialmente na partida de volta contra o River Plate. Foi por isso que ele foi escalado como titular de ontem diante do Vasco.