PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

Santos encaminha a venda de Lucas Veríssimo ao Benfica por R$ 41 milhões

Lucas Veríssimo comemora gol do Santos contra o Vasco da Gama em jogo do Brasileirão 2020 - Divulgação/SFC
Lucas Veríssimo comemora gol do Santos contra o Vasco da Gama em jogo do Brasileirão 2020 Imagem: Divulgação/SFC
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

23/12/2020 17h05

*Com Gabriela Brino, do UOL, em Santos

Santos e Benfica estão a dias de anunciar o acerto para a negociação de Lucas Veríssimo. O zagueiro vai ser vendido para o time português por 6,5 milhões de euros, o que significa mais de R$ 41 milhões na cotação de hoje.

O acerto foi feito entre os europeus e o Andrés Rueda, que começará a sua gestão na equipe da Baixada no próximo dia 1º de janeiro. A notícia foi inicialmente divulgada pelo canal de televisão português SIC e confirmada pelo próprio Rueda ao blog.

"Está bem encaminhado, mas só falo em acerto quando estiver tudo assinado", afirmou rapidamente o dirigente.

Santos e Benfica também conversam para que o atleta só faça a sua viagem depois da disputa da Libertadores. O Alvinegro espera o jogo de hoje entre Boca Juniors e Racing para conhecer seu adversário na semifinal da competição, com jogos marcados para as duas primeiras semanas de janeiro.

O zagueiro já manifestou mais de uma vez a vontade de se transferir e chegou até a cogitar não entrar em campo como forma de protesto pelo negócio ter sido travado. Cuca conversou com o atleta para que ele atuasse normalmente e prometeu tentar convencê-lo de ficar. Mas não adiantou.

A venda de Veríssimo será um dos primeiros atos de Rueda como presidente do Santos. O negócio já é costurado nos bastidores há meses, mas travou por conta de um dispositivo no estatuto da equipe da Vila que obriga que as negociações passem pelo Conselho Fiscal, que recusou o acordo.