PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

Flamengo lidera prejuízo com jogos sem torcida; times já perderam R$ 3,3 mi

Arquibancada do Maracanã vazia e com mosaico antes de a bola rolar para Flamengo x Atlético-MG - Alexandre Vidal/Flamengo
Arquibancada do Maracanã vazia e com mosaico antes de a bola rolar para Flamengo x Atlético-MG Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

28/08/2020 10h43

O Flamengo é o time que mais tem prejuízo com os jogos da Série A com os portões fechados para a torcida. Em três jogos como mandante até aqui, a equipe carioca já precisou gastar R$ 547.544,59 em despesas como arbitragem, controle de dopagem e impostos. A situação do time carioca ainda é pior porque o time precisa pagar aluguel para jogar no Maracanã.

Pelo mesmo motivo, o segundo time que mais gastou foi o Fluminense. Mesmo com apenas dois jogos em casa, o Tricolor das Laranjeiras acumula prejuízo de R$ 378.404,06.

No total, com os jogos realizados até aqui, o prejuízo acumulado de todos os clubes da Série A é de R$ 3.351.649,59. A conta só leva em conta as despesas dos times com cada partida realizada em estádio fechado. Em dias normais, esses custos também existiriam, mas seriam cobertos com a renda do jogo.

Na terceira colocação do ranking está o Palmeiras. Por conta dos R$ 130 mil pagos de aluguel ao São Paulo para jogar contra o Santos, o Alviverde já acumula gastos de R$ 242.931,56. Por contrato com a construtora, no entanto, a equipe do Palestra Itália deve ser indenizada com esse valor pela WTorre, o que deixaria o prejuízo acumulado em R$ 112.931,56.

Entre os cariocas, o Vasco ainda tem prejuízo de quase R$ 169 mil, e o Botafogo, de R$ 121 mil. Entre os paulistas, o custo registrado pelo Corinthians até aqui foi de pouco mais de R$ 107 mil. O São Paulo gastou R$ 182.650,68, e o Santos, quase R$ 120 mil.

O Atlético-MG tem R$ 187.482,44 em prejuízo. O Internacional, por sua vez, gastou R$ 151.828,97, enquanto o Grêmio usou pouco mais de R$ 125 mil.

Como mostrou Marcel Rizzo, jornalista com blog no UOL Esporte, os clubes já articulam a volta do público justamente para diminuir o prejuízo com as partidas.