PUBLICIDADE
Topo

Está na hora de Luxemburgo pensar em colocar Rony no banco do Palmeiras

Mateus Vital e Rony discutem durante Corinthians x Palmeiras, na primeira final do Paulistão 2020 - Reprodução/TV Globo
Mateus Vital e Rony discutem durante Corinthians x Palmeiras, na primeira final do Paulistão 2020 Imagem: Reprodução/TV Globo
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

06/08/2020 04h00

Vanderlei Luxemburgo está insistindo em Rony. Contratado por quase R$ 28 milhões por 50% dos seus direitos, o atacante está longe de justificar toda a novela e disputa feita entre Palmeiras e Corinthians para tirá-lo do Athletico-PR.

E aqui é importante destacar que isso não significa que o atacante não sirva e sua contratação já seja um fracasso. Mas, no contexto de testes em que vive o time de Luxa, seria importante ver um time sem precisar apostar em Rony.

Ontem (5), contra o Corinthians, ele foi o pior em campo na opinião deste blogueiro. Foi também o pior na avaliação feita pelo site Sofascore, que levou em conta várias estatísticas para atribuir a nota 5.7. Foram sete cruzamentos e todos errados. Foram 16 duelos, sendo 12 perdidos. Foram 22 perdas de posse de bola. Apesar de ser atacante, ele não deu nenhum chute a gol. E, na única tentativa de drible, ele errou.

Desde o retorno do calendário, Vanderlei Luxemburgo já mudou toda a configuração de seu ataque, a única exceção foi Rony, que foi titular em todas elas. Até mesmo Willian, que foi um dos melhores jogadores nas partidas até aqui, começou do banco de reservas.

No geral, com a camisa do Palmeiras, Rony teve apenas 40% de acerto em bolas longas e só 26% de acertos em cruzamentos. Ainda de acordo com o Sofascore, ele tem uma média de 1.9 finalização por jogo, não deu nenhuma assistência e perde quase 14 bolas por jogo nas suas tentativas ofensivas.

Voltando ao contexto vivido pelo Palmeiras, é importante destacar a falta que faz Dudu. Sem poder contar com ele, que era a grande alternativa para a falta de criatividade dos meio-campistas, o torcedor fica ainda mais carente em busca de alguém que possa substituí-lo. Isso pressiona Rony e, por maior que seja o Athletico, a pressão de vestir o uniforme do Alviverde não é comparável.

Luxemburgo sabe que só Rony não seria capaz de substituir Dudu e fez até uma lista de contratações para o ataque. Mas, pelo menos neste momento, o Alviverde não pensa nisso. Quem sabe Luxemburgo esteja esperando Veron, que se recupera de uma lesão, para mudar a escalação.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.