PUBLICIDADE
Topo

Pai de Willian, do Chelsea, aceita exclusão da eleição do Corinthians

Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

08/07/2020 16h45

Severino Vieira da Silva, pai de Willian, jogador do Chelsea, não vai recorrer da sua exclusão da eleição do Corinthians. Ele tentava ser conselheiro e foi retirado do pleito nesta quarta-feira (8) por decisão da Comissão Eleitoral do clube de Parque São Jorge por suspeita de compra de voto.

Mais cedo, Severino entrou em contato com Romeu Tuma Júnior, presidente da Comissão, afirmando que tudo não passou de um mal-entendido e disse que aceitaria a decisão tomada pela comissão. Ele ainda pediu desculpas pela confusão envolvendo o nome do clube.

O pai do jogador do Chelsea e da seleção brasileira havia publicado em seu Facebook um pedido de ajuda de votos para a sua chapinha e afirmou que poderia ajudar os sócios inadimplentes a regularizarem a sua situação para poder ter direito a voto, uma vez que quem está em dívida com suas mensalidades não pode ir às urnas. Em um dos comentários dessa publicação, ele inclusive passou o seu número de telefone.

No início do mês passado, com a intenção justamente de evitar esse tipo de prática, o Corinthians havia colocado no regulamento da eleição que "quitar ou tentar quitar mensalidades atrasadas de terceiros" eram práticas proibidas.