PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Campo Livre


Campo Livre

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Reinaldo Carneiro Bastos: Paulistão, há 120 anos fazendo história

Troféu do Campeonato Paulista de 2022 é exposto na sede da FPF - Divulgação/Renato Pizzutto/Paulistão
Troféu do Campeonato Paulista de 2022 é exposto na sede da FPF Imagem: Divulgação/Renato Pizzutto/Paulistão
Reinaldo Carneiro Bastos

Reinaldo Carneiro Bastos

Reinaldo Carneiro Bastos é presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol)

28/01/2022 04h00

Em março de 2021, a NFL (Liga de Futebol Americano) anunciou seus parceiros de transmissão para os próximos anos. De 2023 a 2033, fechou contratos que somam US$ 113 bilhões, praticamente o dobro em comparação com o ciclo anterior de acordos. Este é o resultado de uma reunião de fatores positivos gestada pela liga ao longo de duas décadas e aperfeiçoada nos últimos anos.

Houve um planejamento de comercialização dos ativos, entendendo o cenário da mídia no país e negociando de forma centralizada, além de um empacotamento dos jogos da competição, dividindo-os pelos dias da semana e criando um ambiente competitivo para os grupos de mídia e tecnologia. Amazon, CBS, ESPN/ABC, FOX e NBC adquiriram cada um o seu pacote, gerando o maior valor com direitos de transmissão da história de qualquer competição esportiva no planeta.

O exemplo da NFL, adaptado à realidade brasileira, tem sido um mantra para o futebol paulista. Desde 2018, prevendo o término dos contratos do Campeonato Paulista que estariam em vigor até o ano passado, iniciamos o trabalho para a desafiadora negociação do ciclo de direitos seguintes.

Junto da LiveMode, parceira no processo de planejamento, negociação dos direitos e busca de patrocinadores, a Federação Paulista de Futebol e os 16 clubes unidos construíram uma estratégia que promoveria uma mudança importante no modelo de comercialização dos direitos no Brasil, sempre mirando o futuro. A partir do entendimento da profunda transformação pela qual a mídia vem passando, construímos um modelo que seguiu certas premissas, como a negociação coletiva, centralização da produção das transmissões e a comercialização integrada das propriedades de patrocínio.

Três anos depois, é possível dizer que o Paulistão é o grande experimento de um novo conceito para os direitos do futebol nacional.

Firmamos acordos com quatro parceiros de distribuição, que terão pacotes únicos de jogos. O primeiro foi com o YouTube, maior plataforma de vídeos do mundo, que acreditou no modelo e fez do investimento no Paulistão sua primeira grande aposta no futebol. A Record levou seu pacote à TV aberta. A Warner Media adquiriu outro conjunto de jogos para exibir na HBO Max e no Estádio TNT Sports. O pacote de pay-per-view foi negociado com o Premiere, da Globo, dando continuidade à nossa longa parceria. Além destes acordos, o Paulistão Play, plataforma de streaming da FPF, exibirá a mesma oferta de jogos do pay-per-view, em co-exclusividade com o Premiere. Trata-se de um importante meio para que FPF e clubes possam se relacionar diretamente com torcedores e construir uma valiosa base de dados para o futuro.

Os acordos garantiram aumento da visibilidade e de receitas para os clubes no próximo ciclo. Por temporada, serão 30 jogos transmitidos em plataformas gratuitas — em 2021, foram apenas 8. As receitas da competição crescerão cerca de 30%, em comparação com o valor médio do ciclo anterior.

Além do novo modelo de distribuição, a tradição do campeonato que está completando 120 anos estará aliada à tecnologia e inovação. Torcedoras e torcedores experimentarão uma transmissão com diferentes ângulos, multi-tela e até a possibilidade de escolher a narração durante a transmissão.

As inovações não se limitam às transmissões. O Paulistão tem seu naming rights negociado e integrado a diversas propriedades físicas e digitais; pela primeira vez na história, teremos fantasy game oficial; e uma parceria inédita voltada para criptoativos, que nos permitirá começar a explorar NFTs e o mundo de cripto de forma ampla.

A transformação do mundo vai continuar se acelerando e o futebol continuará a se valorizar como entretenimento e como produto de mídia. A FPF continuará a olhar para o futuro, unindo tradição e inovação com objetivo de impulsionar o crescimento do futebol Paulista e Brasileiro nos próximos anos e décadas.

Campo Livre