PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Bala na Cesta


Chefe da NBA: 'Muito cedo pra projetar onde estaremos nas próximas semanas'

Adam Silver, comissário da NBA - STREETER LECKA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Adam Silver, comissário da NBA Imagem: STREETER LECKA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Fábio Balassiano

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

07/04/2020 05h54

Chefão da NBA, Adam Silver deu longa entrevista ao apresentador Ernie Johnson, da TNT Americana, na noite desta segunda-feira. Direto de sua casa de Nova Iorque, uma das regiões mais afetadas pela crise do coronavírus, Silver detalhou um pouco de seus últimos dias como mandatário da principal liga de basquete do mundo e também os próximos passos do campeonato:

"Basicamente o que disse aos 30 donos de franquias na última semana é que devemos aceitar que, pelo menos durante o mês de abril, não estaremos em condições de tomar decisões. Sendo ainda mais claro. Isso não significa que, internamente, tanto na liga quanto nas discussões com nossos jogadores e as equipes não estejamos olhando para muitos cenários diferentes para reiniciar a temporada, mas acho que honestamente é cedo demais, dado o que aconteceu até agora, projetar ou prever onde estaremos em algumas semanas", ressaltou.

Grupo fechado do Bala na Cesta no Telegram - entra lá!

Ao lado de sua esposa, Maggie, que espera a segunda filha do casal, Silver, de 57 anos, disse que em um mundo perfeito a NBA volta com as partidas restantes da temporada regular (cerca de 20 para cada time), playoffs e finais normalmente, mas que a liga já trabalha com o fato de, em caso de necessidade, suspender os jogos finais da fase de classificação e pular diretamente para o mata-mata (como foi feito aqui, no Brasil aliás, pelo NBB).

"O fato é que agora, sentado aqui hoje, sei muito mais do que sabia na época do começo da suspensão das partidas no início de março e, de certa forma, ao ouvir os especialistas em saúde pública e as pessoas que nos aconselham o vírus está potencialmente se movendo mais rapidamente do que se pensava. A essa altura, talvez ele chegue ao pico mais cedo. O que isso significa, em termos de nossa capacidade de voltar a jogar, é desconhecido para mim", ressaltou.

No final do programa Silver afirmou que fez uma reunião à moda antiga com o presidente Donald Trump e os demais comissários de ligas esportivas do esporte americano no último final de semana. Sem vídeo, sem imagem, apenas vozes (a famosa "conference call"), ele disse que tudo transcorreu bem, mas que Trump deixou claro que não espera ver ginásios, estádios e arenas vazias a partir de agosto deste ano.

Bala na Cesta