PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus faz Draft da NBA mudar forma das franquias analisarem atletas

NBA Draft - Divulgação NBA
NBA Draft Imagem: Divulgação NBA
Fábio Balassiano

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

27/03/2020 05h03

Com as mudanças devido ao COVID-19, o Draft da NBA de 2020 será o mais virtual da história. De acordo com o jornalista Jon Rothstein, uma série de mudanças já estão sendo discutidas ao redor da liga para que a seleção dos novos atletas pelas 30 franquias aconteça. Mas nada será como antes.

A começar pelo torneio nacional universitário, o March Madness, cancelado pela NCAA, a organizadora do circuito das faculdades, que neste ano foi cancelado devido ao coronavírus (muitos jogadores das grandes Universidades, como Duke e North Carolina, já estão inclusive se despedindo dos times e anunciando que estarão no próximo Draft). Depois, os famosos treinamentos individuais muito provavelmente não acontecerão, já que as franquias deverão estar disputando as fases finais do campeonato (playoffs). Além disso, as entrevistas envolvendo os gerentes-gerais e os jovens atletas deverão acontecer por Skype, ou tecnologia similar.

Há, assim, uma área que será muito bem utilizada pelas equipes pensando no recrutamento: a de estatística. Uma série de análises, e cruzamento de dados, será usada pelos recrutadores para ajudar a dissecar e a selecionar os próximos atletas da NBA. De acordo com uma fonte ouvida por Rothstein, nunca o termo "loteria", como alguns se referem ao Draft, será tão bem empregado.

Outra dúvida ainda vigente nos corredores da NBA tange a ordem das escolhas das equipes. Muita gente, internamente na liga inclusive, defende que como o campeonato está sendo impactado de maneira absurda desde a metade deste mês e faltando 20 jogos para acabar a temporada, que todos os times que não forem aos playoffs (se houve playoff, claro) tenham as mesmas chances de escolher os melhores atletas (atualmente as franquias com piores desempenhos têm mais "bolinhas" para serem sorteadas).

Há muito o que se discutir, mas sem dúvida o Draft da NBA será um dos mais afetados com os transtornos causados por causa do coronavírus.