PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Bala na Cesta


Há 25 anos Michael Jordan retornou ao basquete pela 1ª vez - relembre!

Michael Jordan2 - Divulgação
Michael Jordan2 Imagem: Divulgação
Fábio Balassiano

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

19/03/2020 05h03

Foi, provavelmente, o comunicado mais curto e impactante já destinado às redações esportivas na história do basquete. No dia 18 de março de 1995 foi assim que o mundo recebeu a singela notícia:

É isso mesmo. Através do escritório de David Falk, que o representava, Michael Jordan anunciou há 25 anos seu retorno ao basquete depois de uma temporada e meia se arriscando no baseball com um simples "Estou de volta". Simples, sucinto e impactante. Reza a lenda que, dois dias antes do anúncio, ele chegou ao Centro de Treinamento do Chicago Bulls para conversar com seus companheiros de calça, sapato e camisa social quando foi abordado por Steve Kerr, agora treinador do Golden State Warriors e na época jogador do Bulls. Kerr, sempre provocador, soltou:

- Vem brincar aqui comigo. Você está lá no baseball, sem ritmo e certamente esta é a única chance que tenho de te ganhar no um-contra-um.

Jordan pediu um tênis, colocou um short e estraçalhou Steve Kerr no duelo. Do lado da quadra, Phil Jackson, o técnico, sabia que MJ não estava ali à toa. Kerr acabou acendendo apenas a chama que talvez faltasse. Uma conversa de 20 minutos entre o treinador, a direção e o seu fiel escudeiro Scottie Pippen selou o seu retorno, anunciado com o comunicado que ilustrou o começo desse texto.

Jordan jogou pela primeira vez pelo Chicago em seu retorno às quadras usando a camisa 45 (que aposentaria ao final da própria temporada 1994/1995) contra o Indiana Pacers, de seu grande rival Reggie Miller, no dia seguinte (19 de março, há exatos 25 anos portanto). No domingo, na maior audiência da história da TV Americana para um jogo de temporada regular da NBA (mais de 20 milhões de americanos assistiram à partida pela NBC), o Bulls caiu diante do Pacers em Indianápolis por 103-96. Em 43 minutos de atuação, 19 pontos (7/28 nos chutes), 6 rebotes e 6 assistências.

Ao final daquela temporada o Bulls fora eliminado pelo Orlando Magic na semifinal do Leste e Jordan, que terminou o campeonato com a média de 26,9 pontos (41% nos arremessos, a menor marca de sua carreira), sabia que precisaria de ajuda para voltar a ser campeão. No ano seguinte a diretoria do Chicago lhe deu de "presente" Dennis Rodman, Pippen foi mantido mesmo com propostas para sair e a franquia de Illinois conquistou seu segundo tricampeonato (96, 97 e 1998).

Depois disso ele ficou mais três temporadas afastado até retornar em 2001/2002 e 2002/2003 pelo Washington Wizards, onde encerrou a carreira com as médias de 22 e 20 pontos aos 38 e 39 anos, respectivamente.

Bala na Cesta