PUBLICIDADE
Topo

Ele não entra em quadra, tenta troca e protagoniza entrevero em time da NBA

Fábio Balassiano

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

05/02/2020 05h20

Tudo começou depois que o Memphis Grizzlies venceu o Detroit Pistons, no Michigan, na última segunda-feira por 96-82. O jovem Dillon Brooks, sem papas na língua, disparou para a imprensa: "Um cara que faz parte do nosso time não quer estar no nosso time. Mal posso esperar até a nossa franquia encontrar uma maneira de trocá-lo para que possamos enfrentá-lo e eu consiga mostrar a ele do que realmente é feito o basquete de Memphis". Ouch.

Brooks se referia a Andre Iguodala, tricampeão da NBA pelo Golden State Warriors e trocado pela franquia de Oakland após a última temporada para Memphis para que os Warriors abrissem espaço na folha salarial para acomodar a chegada de D'Angelo Russell e as renovações de Draymond Green e Klay Thompson.

O problema é que desde o começo Iguodala, veterano de 36 anos, disse que não entraria em quadra pelo Memphis. O Grizzlies, por sua vez, afirmou que não pretendia dispensá-lo, fazendo com que o ala pudesse escolher exatamente onde gostaria de jogar o campeonato caso a rescisão ocorresse. Para piorar, a imprensa norte-americana divulgou no começo da semana que Iggy, como é conhecido, está considerando fortemente não entrar em quadra pelo Grizz nessa temporada.

O impasse está na mesa, tem data pra acabar (na quinta-feira termina a janela de trocas da NBA), mas já deu muito pano pra manga desde segunda-feira. Repare na série de tuítes que se seguiram a declaração de Brooks:

Sim, o armador e estrela do Memphis, Ja Morant, colocou um emoji dando ainda mais voz a Brooks. Na sequência, Steph Curry, que jogou com Iguodala no Warriors, publicou apenas uma foto, também com um emoji, de Iguodala segurando o troféu de MVP (de 2015) das finais da NBA e pedindo silêncio (a Morant, claro):

Não acabou. Morant não se segurou e na sequência publicou uma singela foto em provocação a Curry. Era de Kevin Durant segurando o troféu de MVP das finais (conquistados em 2017 e 2018 aliás) em resposta a Rachel Nichols, apresentadora da ESPN americana como se dissesse que o camisa 30 do Warriors só tinha 3 anéis de campeão graças a MVP's de finais que foram seus companheiros (Iguodala e Durant):

O armador, de 20 anos, tentou colocar panos quentes logo em seguida dizendo que sempre elogiou e foi fã de Steph Curry, mas a "briga virtual" já estava pronta. O Memphis tem até amanhã para trocar Andre Iguodala. Caso não o faça, pode dispensar o atleta na sequência, deixando-o livre no mercado ou mantê-lo no elenco, treinando em separado e sem entrar em quadra.

É incrível, mas o MVP das finais de 2015 nem entrou em quadra e está causando um verdadeiro pandemônio na NBA.