PUBLICIDADE
Topo

Alicia Klein

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Dez perguntas (sem respostas) do Brasileirão até agora

Gabigol em ação pelo Flamengo durante partida contra o Inter, válida pelo Campeonato Brasileiro - ALVARO BUENO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Gabigol em ação pelo Flamengo durante partida contra o Inter, válida pelo Campeonato Brasileiro Imagem: ALVARO BUENO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
só para assinantes
Alicia Klein

Alicia Klein tem quase 20 anos de mercado esportivo em posições de liderança no Brasil e no exterior. Escreveu a biografia de Michael Schumacher, trabalhou na NFL, no universo olímpico e no da Copa do Mundo. Decidiu que é hora de falar sobre misoginia, racismo, trabalho infantil e tudo que o esporte aceita em nome dos resultados dentro e fora de campo.

15/06/2022 23h26

No campeonato mais achatado - mas não chato - dos últimos tempos, cada rodada só traz uma certeza: não tem ninguém seguro em sua posição e tudo pode mudar na rodada que vem.

Como o Fluminense, que meteu cinco no Atlético-MG em um dia e tomou dois do Goianiense na sequência, em casa. Ou o Santos, que a gente não consegue ter certeza em que ponta da tabela vai brigar.

Algumas dúvidas, antes do encerramento da 12ª rodada:

1) O Galo está em má fase ou virou um time mediano que tem o Hulk?

2) O Flamengo acordou e pode correr atrás do prejuízo, apesar do infinito potencial para crises e do DM disputado?

3) O Corinthians consegue se segurar na ponta jogando esse futebol?

4) Como o Athletico está lá na frente?

5) O Internacional é um novo postulante à ponta?

6) O Fluminense é forte, fraco ou os dois, dependendo do dia?

7) O Red Bull Bragantino ressuscitou e volta à briga por vaga na Libertadores?

8) O Botafogo vai desandar de vez, depois da lamentável invasão ao CT e o dedo na cara do Luís Castro?

9) Os meninos da Vila dão conta de carregar o Santos nas costas (de novo)?

10) O Palmeiras é um pouco ou muito melhor que a média?

Por ora, cinco pontos separam o sexto colocado (classificado para a Libertadores) e o 17º, primeiro da zona de rebaixamento. A qualidade do futebol oscila muito, mas o bicho vai pegar lindamente nesse Brasileirão.

Amanhã completam a rodada: Botafogo e São Paulo, Palmeiras e Atlético-GO, Avaí e Fortaleza.

Tem respostas? Vem cornetar comigo no Twitter e no Instagram.