PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brasileiro perde o bronze por pouco mais de um décimo no Mundial

Do UOL Esporte<br/> Em São Paulo

16/08/2009 16h53

Os brasileiros Nivalter Santos e Edson Silva não conseguiram medalhas neste domingo, último dia de competições no Mundial de Canoagem de Velocidade de Dartmouth, no Canadá, nas finais do C1 200m e K1 200m, respectivamente.

Edson ficou próximo de alcançar o primeiro pódio brasileiro em uma prova oficial do Mundial. Ele foi o quarto colocado com o caiaque, em 35s804, apenas 0s108 do russo Artem Kononuk, que cravou 35s696 e ficou com o bronze. A prova foi vencida pelo alemão Ronald Rauhe, com 35s134, e teve o ucraniano Oleg Kharytonov na segunda colocação, com 35s650.

Na canoa individual, Nivalter Santos obteve a quinta colocação na Final A dos 200m, com o tempo de 40s424. O vencedor foi Valentin Demyanenko, do Azerbaijão, que completou o trajeto em 39s048. A prata ficou com o russo Nikolay Lipkin, com tempo de 39s234, seguido do lituano Jevgenij Suklin, que terminou em 39s978.

Nivalter também disputou a Final B do C1 500m e chegou na terceira colocação, com o tempo de 1m53s962. O campeão da prova foi o húngaro Attila Vadja, com 1m52s505.

"Os resultados colocam o Edson e o Nivalter entre os melhores do mundo. Chegar e conquistar uma vaga para a Final A já é um ótimo resultado. Mostra que nós estamos evoluindo consideravelmente no cenário internacional da canoagem. A cada competição que passa, melhoramos nosso desempenho. Acredito que estamos no caminho certo", disse João Tomasini Schwertner, presidente da Confederação Brasileira de Canoagem.

Na disputa do C2 500m feminino, Luciana Costa e Camila Conceição ficaram na quarta colocação, com o tempo de 2m20s863. Elas também ficaram em quarto no C2 200m, com 51s944. Ambas as provas foram vencidas pelo Canadá.

A única medalha conquistada por brasileiros neste domingo foi com os paraolímpicos José Rodrigues e Carlos Roberto da Conceição, que levaram a prata em prova-exibição ao terminarem o V2 200m em 1m04s401, atrás apenas dos norte-americanos Tami Hetke e Augusto Perez, com 1m04s070. O bronze ficou com os italianos Benedetto Nucatola e Sandra Tuccolo, com 1m10s113.

Esporte