PUBLICIDADE
Topo

Quem é o boxeador que quer impedir volta de Tyson: "E se ele morrer?"

Richard Heathcote/Getty Images
Imagem: Richard Heathcote/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/06/2020 04h00

O retorno de Mike Tyson não tem sido uma unanimidade no mundo do boxe. Campeão interino dos pesados pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB), o britânico Dillian Whyte pretende usar sua força nos bastidores para impedir que o norte-americano de 53 anos suba novamente em um ringue.

"Isso não faz sentido. Isso é bobagem. Mauricio (Sulaiman, presidente do CMB): sou legal, mas é uma coisa muito boba de se dizer. Ele não deveria estar encorajando isso. E se ele morrer no ringue? O que vai acontecer? Por que vão autorizar uma luta entre um homem de 53 anos e um homem de 31 anos? Já temos escuridão e lama suficientes no esporte, não precisamos mais", disse ao site "talkSport".

Tyson voltou a ser notícia depois de postar um vídeo em que aparece treinando com Rafael Cordeiro, técnico de Fabrício Werdum, ex-campeão do UFC. Desde então, diversos nomes passaram a ser especulados como possíveis rivais. Além de uma proposta feita pelo Bare Knuckle para que o norte-americano enfrente Wanderlei Silva, outro nome que surgiu foi de Tyson Fury, campeão linear dos pesados pelo Conselho Mundial de Boxe.

O incômodo com a possibilidade de Tyson voltar aos ringues nem sequer colocou Dillian Whyte como possível rival do norte-americano. O britânico tem focado suas atenções na defesa do título interino e em uma troca de provocações com Francis Ngannou, do UFC.

O desejo de Whyte é que Dana White, presidente do UFC, aceite que Ngannou embarque em uma disputa de duas lutas. O britânico quer enfrentar o camaronês em um ringue de boxe e em um octógono do UFC.

"Nós sediaríamos a luta de boxe e Dana, a de MMA. Seriam oportunidades iguais para nós dois. Obviamente, Francis acredita que terá vantagem no MMA, e eu sei que teria vantagem no boxe. Estou disposto a pisar no território dele contanto que ele pise no meu", disse.

O MMA não é um território tão desconhecido para Whyte. O britânico de 32 anos iniciou sua carreira no kickboxing antes de entrar no boxe. Curiosamente, ele chegou a fazer uma luta de MMA e se saiu muito bem. Em 2008, precisou de apenas 12 segundos para nocautear Mark Stroud no evento UCMMA.

Enquanto as polêmicas com Ngannou não dão resultado, Whyte se prepara para a defesa de seu cinturão interino. O britânico tem luta marcada com o russo Alexander Povetkin. O combate deveria acontecer no último dia 2 de maio, mas a pandemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19) fez com que tivesse que ser adiado.

Esporte