PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Aos 76, pai dos irmãos Falcão desiste no 2º round em sua volta aos ringues

Do UOL, em São Paulo

17/05/2014 21h53

Adegard Câmara Florentino, mais conhecido como Touro Moreno, tentou neste sábado um retorno ao boxe aos 76 anos de idade, mas não aguentou e desistiu do confronto contra o aluno Fabrício Sales, de 32, no segundo dos quatro rounds previstos para a luta. 

Pai dos irmãos Esquiva e Yamaguchi Falcão, medalhistas nas Olímpiadas de Londres, o veterano tenta entrar no Livro dos Recordes como pugilista mais velho do mundo em atividade. O embate, pela categoria peso-médio (até 75 kg), reuniu poucos torcedores no ginásio Tancredão, em Vitória, no Espírito Santo.
 
O combate até teve um início movimentado, mas na volta do intervalo após o primeiro round, o árbitro Laécio Nunes, percebendo o cansaço de Florentino, resolveu parar a luta e o ex-pugilista, bastante ofegante, desistiu. 
 
Esquiva parabenizou a postura e a perseverança do pai após a luta. "Pra mim ele ja mostrou tudo, muita gente achou que era uma luta de amigos , mas meu pai mostrou e um grande atleta . te amo pai ", escreveu, em seu perfil no Facebook. "O mas importante é fazer o que ele gosta ,o que ele ama, pai vc é meu campeão. eu consigo as minhas coisas meus resultados por causa de você, você me ensina vencer cada obstáculos da vida", continuou. 
 
Antes mesmo de seus filhos ficarem famosos, Touro Moreno se tornou um lenda do boxe no Espírito Santo na década de 60 ao derrotar Waldemar Santana, que pouco tempo antes tinha vencido Hélio Gracie, um dos grandes nomes da história das lutas no Brasil. Mas a sua carreira não evoluiu muito e ele enfrentou anos com dificuldades financeiras e passou a treinar novatos, incluindo seus filhos. 
 
Atualmente, tanto Esquiva quanto Yamaguchi Falcão estão lutando boxe profissionalmente com confrontos marcados nos Estados Unidos. 
 

Esporte