PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Time de beisebol promove "noite das armas" nos Estados Unidos

Battle Creek Bombers promoveu "evento educacional" para divulgar Segunda Emenda - FOX News 17/Reprodução
Battle Creek Bombers promoveu "evento educacional" para divulgar Segunda Emenda Imagem: FOX News 17/Reprodução

Do UOL, em São Paulo

25/06/2016 16h56

O Battle Creek Bombers, equipe que disputa uma liga semiprofissional de beisebol nos Estados Unidos, promoveu nesta sexta-feira uma ação controversa na partida contra o Rochester Honkers. Incentivados pela própria equipe, os torcedores do time de Battle Creek puderam levar armas de fogo ao estádio do jogo, o C. O. Brown Stadim.

Batizada de “2nd Amendment Education Night” (ou “Noite Educacional da Segunda Emenda”, em tradução livre), o evento tinha como intenção promover a Segunda Emenda da Constituição dos Estados Unidos, que protege o direito dos cidadãos do país a ter e portar armas. A ação foi patrocinada pela Freedom Firearms, uma entidade que incentiva o uso de armas de fogo.

Segundo o diretor geral do Battle Creek Bombers, Tony Iovieno, o evento vinha sendo planejado desde outubro para divulgar questões de segurança. “É uma celebração da propriedade responsável de armas de fogo”, descreveu Iovieno, segundo a rede de TV FOX News.

Para que nenhum incidente fosse registrado, a própria equipe providenciou segurança extra para a partida. A venda de bebidas alcoólicas foi suspensa, enquanto os torcedores receberam pulseiras promocionais e travas de gatilhos.

Em campo, a partida ocorreu normalmente. O Battle Creek Bombers venceu o Rochester Honkers por 3 a 2.

Esporte