PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atleta perde pai, mas só recebe notícia após jogo decisivo no beisebol

Edinson Volquez recebe bola para participar de jogo pela World Series da MLB - David J. Phillip/AP
Edinson Volquez recebe bola para participar de jogo pela World Series da MLB Imagem: David J. Phillip/AP

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/10/2015 10h57

A primeira partida da World Series da MLB teve um detalhe dramático para Edinson Volquez. Jogador do Kansas City Royals, ele perdeu o pai horas antes do jogo decisivo pela liga norte-americana de beisebol, contra o New York Mets. Por decisão da família, Volquez teve a notícia escondida para se concentrar no duelo, vencido por seu time por 5 a 4.

Torcedores, alguns companheiros e direção dos Royals sabiam da morte do pai de Volquez, que aconteceu na República Dominicana. O familiar tinha 63 anos e sofria com problemas no coração.

Edinson Volquez participou do jogo, mas não foi chamado para a fase decisiva do confronto com o New York Mets. Ao invés de observar seu time garantir o triunfo, o atleta foi chamado pelos dirigentes Dayton Moore e Ned Yost. Eles o encaminharam até o escritório do clube, quando recebeu a notícia através da mulher Roandry.

"Eu estava o monitorando. Ele estava feliz, animado. Estava falando com todos os amigos, e tive certeza de que não sabia de nada. Era difícil saber o que eu sabia e ver a forma como ele estava competindo. Foi uma situação triste. Mas você faz o que a família te pede. Era muito especial para eles que Eddie estivesse ali jogando aquela partida", disse Yost.

Royals e Mets retomam final da MLB nesta quarta-feira, a partir das 22h (horário de Brasília). O jogo 2 acontece novamente em Kansas City. A série é de melhor de sete partidas.

Esporte