PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Ex-NBA que participou de Space Jam fica paraplégico após acidente

Shawn Bradley no filme Space Jam - Transmissão
Shawn Bradley no filme Space Jam Imagem: Transmissão

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/03/2021 15h54

O Dallas Mavericks emitiu um comunicado oficial hoje (17) para falar sobre o estado de saúde do ex-jogador Shawn Bradley, vítima de um acidente de trânsito em janeiro de 2021. Segundo os exames realizados, o alemão, de 2,29 m de altura, sofreu uma lesão da coluna e ficou paralisado.

"O acidente causou uma lesão traumática da medula espinhal que o deixou paralisado. Depois de passar por uma cirurgia de fusão do pescoço, Bradley passou as últimas oito semanas hospitalizado e em reabilitação", dizia o começo da nota.

Mesmo diante da situação, o ex-pivô alemão, de 48 anos, está de bom humor e contando com a ajuda dos familiares para o auxiliar na recuperação.

"Ele pediu para transmitir seu profundo agradecimento pela manifestação de votos de boa sorte e orações que recebeu de familiares, amigos e fãs. O apoio deles energizou sua recuperação", pontuava o comunicado.

Bradley, conhecido como o terceiro jogador mais alto da história da NBA com 2,29 m (Manute Bol e Gheorghe Muresan dividem a primeira posição com 2,31 m), jogou pelo Dallas de 1996 a 2005, depois de entrar na liga com a camisa do Philadelphia 76ers, em 1993. Além do sucesso dentro das quadras, o ex-jogador também chamou atenção em sua participação no filme 'Space Jam'.

Veja o comunicado na integra:

DALLAS - O Dallas Mavericks está emitindo o seguinte comunicado à imprensa em nome do ex-Maverick Shawn Bradley, bem como as declarações abaixo de Mark Cuban e Donnie Nelson:

Shawn Bradley divulgou hoje os primeiros detalhes públicos do acidente que sofreu em 20 de janeiro de 2021. Bradley, ex-jogador da NBA que atuou pelo Dallas Mavericks, foi atingido por trás por um automóvel enquanto andava de bicicleta a apenas um quarteirão de sua casa em St. George, Utah. O acidente causou uma lesão traumática da medula espinhal que o deixou paralisado. Depois de passar por uma cirurgia de fusão do pescoço, Bradley passou as últimas oito semanas hospitalizado e em reabilitação.

Bradley, um membro devoto da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, passou dois anos realizando o trabalho missionário na Austrália depois de seu primeiro ano na Universidade Brigham Young. Seguindo sua missão, Bradley foi escolhido pelo Philadelphia 76ers como o número dois no Draft da NBA de 1993, mas passou a maior parte de sua carreira com o Dallas Mavericks. Seu forte senso de fé está sendo testado enquanto ele participa de uma extenuante fisioterapia e aprende como lidar com os desafios da paraplegia. Os médicos o advertiram que seu caminho para a recuperação será longo e árduo, talvez um desafio físico ainda mais difícil do que jogar basquete profissional.

Com sua esposa Carrie ao seu lado 24 horas por dia, e apoiado por uma incrível equipe de especialistas em reabilitação e familiares, Bradley está de bom humor. Ele planeja usar o acidente como uma plataforma para conscientizar o público sobre a importância da segurança das bicicletas.

Bradley pediu para transmitir seu profundo agradecimento pela manifestação de votos de boa sorte e orações que recebeu de familiares, amigos e fãs. O apoio deles energizou sua recuperação e reforçou sua confiança de que administrará com sucesso o longo processo que tem pela frente. Ele não planeja divulgar mais atualizações públicas, preferindo devotar sua concentração total em sua reabilitação.

Basquete