PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Jogador da NBA é punido em R$ 275 mil após comentário antissemita

Meyers Leonard, pivô do Miami Heat - Photo by Scott Taetsch/Getty Images
Meyers Leonard, pivô do Miami Heat Imagem: Photo by Scott Taetsch/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/03/2021 16h10

A NBA puniu Meyers Leonard, pivô do Miami Heat, por fazer um comentário antissemita. O jogador terá que pagar uma multa de 50 mil dólares (R$ 275 mil, na cotação de hoje) e foi suspenso por uma semana, não podendo nem frequentar as instalações dos Heat.

"Os comentários de Meyers Leonard foram inaceitáveis e não têm lugar, seja na NBA ou em nossa sociedade. Ontem falamos com a Anti-Defamation League (Liga Anti-Difamação, uma ONG judaica) sobre o impacto das palavras e acreditamos que o jogador esteja verdadeiramente arrependido", anunciou a liga americana de basquete em comunicado assinado pelo comissário Adam Silver.

Esta foi a resposta da organização depois de ter surgido um vídeo onde o jogador proferia um termo antissemita na plataforma Twitch, enquanto jogava Call of Duty: Warzone. Meyers tem médias de 70 mil pessoas em suas transmissões ao vivo na Twitch. Além da multa e da suspensão, Leonard, de 29 anos, foi obrigado a participar num programa cultural.

"Já falamos com Meyers e comentários como este não serão tolerados. Esperamos que ele defenda os valores desta liga: igualdade, tolerância, inclusão e respeito", completou Silver.

O atleta pediu desculpa através da conta pessoal no Instagram. "Não sabia o que a palavra significava. A minha ignorância sobre o assunto e como isso é ofensivo para a comunidade judaica não é desculpa, e o que fiz foi errado. Agora estou a par do significado e estou determinado em procurar pessoas que me possam explicar melhor este assunto e sobre como podemos combatê-lo ", publicou Meyers Leonard.

Basquete