PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Mulher que discutiu com LeBron em jogo se desculpa: Usei linguagem ofensiva

LeBron James discutiu com torcedores durante partida entre Lakers e Hawks, da NBA - Kevin C. Cox/Getty Images/AFP
LeBron James discutiu com torcedores durante partida entre Lakers e Hawks, da NBA Imagem: Kevin C. Cox/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

03/02/2021 09h40

Juliana Carlos, mulher que foi expulsa após discutir com o astro do Los Angeles Lakers LeBron James, se desculpou nas redes sociais pelo ocorrido. Em uma publicação no Instagram, ela reconheceu que usou linguagem ofensiva com o jogador.

Julianas e o marido, Chris Carlos, bateram boca com LeBron no último quarto do jogo. Ela publicou um vídeo no Instagram mostrando as cenas após ser expulsa de seu lugar na beirada da quadra.

"Dizer que as coisas aumentaram rapidamente no jogo de ontem é um eufemismo e quero me desculpar por perder a calma e tirar a máscara no calor do momento", disse Juliana em uma publicação no Instagram.

"Meu marido é um grande fã de esportes e somos pessoas apaixonadas, e vamos ser realistas; esportes não seriam esportes sem um pouco de conversa fiada."

"O que deveria ter sido uma troca rápida de idas e vindas entre dois adultos saiu do controle e meu instinto natural de defender o homem que amo entrou em ação."

"Fiquei na defensiva quando isso aconteceu? Sim. Usei uma linguagem ofensiva quando poderia ter seguido o caminho mais alto? Sim. E por essas coisas, assumo total responsabilidade."

A briga

"Cale a p... da boca. Não fale com meu marido assim", disse a mulher ao jogador. Depois, ela explicou o ocorrido.

"Então, estou cuidando da minha vida, e Chris é um fã dos Hawks desde sempre. Ele assiste aos jogos há 10 anos. Seja como for, ele tem esse problema com LeBron. Eu não tenho um problema com LeBron. Eu não dou a mínima para LeBron. De qualquer forma, estou cuidando da minha vida, bebendo minha bebida, me divertindo. De repente, LeBron diz algo para meu marido, e eu vejo isso e me levanto. E eu falo: 'Não fale com meu marido'. E ele olhou para mim e disse: 'Sente-se, vadia'. E eu: 'Não me chame de vadia. Cai fora daqui. Não fale com meu marido assim'", contou.

Depois do jogo, LeBron afirmou que sentia que a expulsão dos torcedores não era necessária.

"No final do dia, estou feliz que os fãs estejam de volta. Sinto falta dessa interação. Eu preciso dessa interação. Nós, como jogadores, precisamos dessa interação. Não acho que a expulsão era necessária", disse.

Basquete