PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Morre Tom Heinsohn, ídolo dos Celtics e membro do Hall da Fama da NBA

Tommy Heinsohn ao lado do também ex-jogador do Celtics, Bill Russell - Brian Babineau/NBA/Getty Images
Tommy Heinsohn ao lado do também ex-jogador do Celtics, Bill Russell Imagem: Brian Babineau/NBA/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

10/11/2020 18h07

Peça fundamental de uma sequência memorável de títulos do Boston Celtics e membro do Hall da Fama da NBA, Tom Heinsohn morreu hoje, aos 86 anos, segundo informou a franquia em comunicado divulgado.

"É uma perda devastadora", diz o texto. "É difícil imaginar o Boston Celtics sem Tommy Heinsohn. Não existe uma geração de fãs do Celtics em que sua presença não tenha sido sentida. Ele é a única pessoa que partipou ativamente de cada um dos 17 títulos do Celtics, um legado extraordinário e singular".

Heinsohn fez parte do time que venceu oito títulos entre 1956 e 1965. Ao se tornar treinador da equipe, entre 1969 a 1978, conseguiu levar os Celtics de volta às decisões nas temporadas de 1974 e 1976.

Heinsohn foi eleito para o Hall da Fama como treinador, em 2015, e como jogador, ainda em 1986. Ele é uma das quatro personalidades, além de Bill Sharman, John Wooden e Lenny Wilkens, a alcançar o feito.

"Aproveitamos este momento para celebrar sua vida e seu legado, e para compartilhar a tristeza de sua morte com sua família, amigos e fãs. Enquanto houver o Boston Celtics, o espírito de Tommy permanecerá vivo", finalizou a franquia de Boston.

Basquete